PUBLICIDADE
Notícias

Homem burla política do filho único na China

09:43 | 20/05/2014
NULL
NULL
O Chines Liu Pan tinha o sonho de ser o chefe de uma família grande,, porém a política do filho único imposta pelo regime comunista da China o impedia.

Liu Pan, de 48 anos, deu um jeitinho e criou identidades falsas e, ainda, se casou com várias mulheres.

De acordo com o site Pagenotfound, a ideia da poligami sugiu logo quando o primeiro casamento de Liu rendeu um fruto: uma menina. O Chinês, não satisfeito, botou na cabeça e decidiu se casar secretamente com outra.

A outra esposa engravidou, porém novamente nasceu uma menina. E ele seguiu com o plano, forjando identidades e se casando ilegalmente.

Mas como tudo é descoberto, o dia da ruína de Liu chegou. Uma de suas esposas, Chang, com a qual se casara em 2010, recebeu uma ligação em casa de uma mulher que dizia ser casada com Liu. Ainda: tinha uma filha de 10 anos com ele. Logo, Chag procurou a polícia e agentes começaram a investigar Liu

"Corri atrás e descobri que havia ainda outra. Passei os últimos dois anos tentando me divorciar dele, mas ele escorregava como uma enguia. Finalmente, fiquei de saco cheio e chamei a polícia", disse Chang, de acordo com o "Austrian Times".

O site Pagenotfound ainda informa que a polícia de Shenzhen confirmou a prisão de Liu. A missão agora é identificar o número exato de mulheres com as quais Liu se casou e como ele conseguiu as identidades falsas.

O que se fala e acredita é que ele tenha subornado funcionários públicos. Só pela poligamia, Liu poderá ser condenado a até 10 anos de cadeia.
AFP

TAGS