PUBLICIDADE
Notícias

Mar del Plata promove evento em São Paulo

09:00 | 19/03/2015
NULL
NULL

Em evento realizado ontem (dia 16), na Casa Argentina, em São Paulo, Valeria Méndez, vice-presidente do órgão oficial de Turismo da cidade anunciou, entre outras novidades, que o destino está empenhado em iniciar uma campanha que incentive os brasileiros a conhecer Mar del Plata.

“Nossa primeira ação será em junho próximo, durante a Semana Argentina, que acontecerá em São Paulo. Representantes de empresas de receptivo devem participar, aproximando-se mais do trade turístico do Brasil. Essa ação certamente motivará a criação de pacotes que incluam Mar del Plata entre os destinos argentinos que mais recebem turistas brasileiros” – afirmou. Segundo Valéria Méndez, Mar del Plata recebe anualmente cerca de 8 milhões de turistas locais e de outros países vizinhos como Chile e Uruguai. “O Brasil, porém, representa apenas 4% desse total. Acreditamos que esse quadro também poderá ser revertido com a inauguração do terminal marítimo, no final deste ano, que deverá tornar Mar del Plata um importante destino também de cruzeiros”.– concluiu .

 

A cidade e seus atrativos

Mar del Plata nasceu no final do século XIX, em terreno ondulado com costa sinuosa, à beira do Atlântico. Seus primeiros habitantes foram os aborígenes chamados Pampas. O primeiro espanhol que chegou às costas mar platenses foi Fernando de Magalhães, em fevereiro de 1519. Na década de 1920, à medida que a afluência dos veranistas foi aumentando, membros da elite argentina começaram a se instalar ao sul da cidade. Os últimos grandes acontecimentos que terminaram de consolidar Mar del Plata como uma das principais cidade da província foram: as inaugurações do porto da cidade (1923) e da Rota Nacional N° 2, já que estes feitos favoreceram a integração da cidade à economia nacional e desenvolvimento da indústria turística.

Localizada na província de Buenos Aires, Mar del Plata é o centro turístico balneário mais importante da Argentina. Sua rica gastronomia tem destaque principalmente por ser - na maioria das vezes - preparada com frutos do mar. No entorno urbano é possível conhecer e admirar seu patrimônio arquitetônico, formado por grandes vilas que datam do século passado.

Na praia e no mar as atividades são bem variadas. Vão de caminhadas, passeios de bicicleta, a cavalo, de veleiro ou lancha, até parapente, saltos de paraquedas, surf, windsurf, jet ski, mergulho, natação, escalada, caiaquismo, 4x4, pesca esportiva e observação de lobos marinhos.

Para quem aprecia o golfe, os campos de Mar del Plata  oferecem a possibilidade de jogar, inclusive, em frente ao mar. O golfe foi jogado pela primeira vez em 1890, pelos altos executivos das ferrovias britânicas. Desde essa data, a cidade cultiva a paixão por esse jogo e, atualmente, há quatro clubes e cinco campos, de nível internacional, homologados pela Associação Argentina de Golfe.

Mar del Plata fica a 414 quilômetros de Buenos Aires. O acesso pode ser por via aérea: várias empresas operam voos de 45 minutos entre o Aeroporto Internacional “Astor Piazzolla” e os aeroportos Ezeiza e Aeroparque, de Buenos Aires; de trem, ônibus ou por mar.

Para quem gosta de fazer compras, há shoppings e galerias comerciais na cidade. E depois de um dia com atividades intensas, pubs, discotecas e o famoso cassino de Mar del Plata são as melhores opções para a noite. Mais informações sobre o destino em www.mardelplata.com 

 

Projeto "Skal Mundo Afora"

 

O Skal Internacional de Fortaleza reuniu, ontem à noite (18) no Hotel Oásis Atlântico (Salão Brasil), o trade turístico cearense e autoridades  para brindar o Projeto “Skal Mundo Afora”. Foi uma noite brilhante com o lançamento do Guia das autoridades e dos parlamentares do Ceará, editado pela jornalista Silvana Frota. Teve a posse da nova diretoria com a recondução da skalega Priscila Cavalcanti ao cargo de presidente do clube.

Segue o impasse e a luta do Sistema ABAV


A suspensão do pregão eletrônico 02/2015 que estabeleceria a contratação de uma única empresa de turismo para o agenciamento de passagens aéreas para o governo, pelo Tribunal de Contas da União (TCU), havia dado novo fôlego à luta que a ABAV Nacional e ABAV-DF encampam desde o ano passado contra a implantação da Central de Compras e Contratações pelo Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). Esse órgão, porém, conseguiu semana passada, junto ao TCU, a reabertura do edital do mencionado pregão.

“A decisão anterior do TCU demonstrava, até aquele momento, seu correto entendimento sobre a falta de legitimidade de um processo que sequer prevê uma licitação aberta para o atendimento aos mais de 600 contratos existentes hoje entre o governo federal e agências de turismo em todo o Brasil”, afirma o presidente da ABAV Nacional, Antônio Azevedo.

Na mão contrária dessa decisão, o MPOG segue defendendo a implantação do sistema, sob a pretensa alegação de corte de custos para o governo. "A medida nada mais é do que uma tentativa de estatizar a atividade privada dos agentes de viagens, legitimada por uma regulamentação sancionada pelo próprio governo.

 

A Lei 12.974/14 é clara ao determinar ser privativo das agências de turismo o exercício da venda comissionada ou intermediação remunerada na comercialização de passagens, passeios, viagens e excursões, nas modalidades aérea, aquaviária, terrestre, ferroviária e conjugadas, bem como assessoramento, planejamento e organização de atividades associadas à execução de viagens turísticas ou excursões", lembra Azevedo.

De acordo com o presidente, a medida é uma evidente cassação à movimentação econômica e das fontes de renda e emprego, principalmente no caso das agências que possuem grande expertise e foco de atuação na intermediação de bilhetes aéreos para a administração pública. “Aliás, todas as maiores empresas do país utilizam os serviços das agências de viagens, apoiadas em políticas de viagens e gestão das mesmas com pleno sucesso. Será que elas estão erradas ou é o governo?”, questiona.

 

“Trata-se de uma agressão aos princípios constitucionais da livre iniciativa, descentralização, regionalização e do desenvolvimento econômico-social justo e sustentável. É a máquina do governo se agigantando cada vez mais, desviando funcionários de suas verdadeiras funções sociais e comprimindo a sustentabilidade das pequenas e médias empresas, que tanto apregoam incentivar e proteger”, completa  Azevedo.

O assessor jurídico da ABAV Nacional, Dr. Marcelo Oliveira também é incisivo quando diz que “o MPOG, na verdade, quer convencer tudo e todos de que há economia e redução de custos com o modelo, mas existem análises, números e provas, inclusive apresentados pela ABAV-DF no processo administrativo existente junto ao TCU, de que as companhias aéreas credenciadas fecharam descontos padronizados e inferiores aos mencionados pelos defensores do modelo, que inviabilizam demonstrar reduções na ordem de 30%, como defendem. Estamos falando de tarifas inúmeras, para destinos diversos, cada uma com suas peculiaridades, que precisam mais do que qualquer consulta sistêmica de menor preço, de verdadeira gestão, considerando condições como melhor rota, melhor tempo de voo para eficácia aos compromissos dos viajantes, melhores condições em casos de remarcação, reitineração e pedidos de reembolso, o que, indiscutivelmente, só é possível de ser feito por quem conhece e tem prerrogativa por lei para esse tipo de negócio, as agências de turismo”, ressalta o advogado.

O presidente da ABAV Nacional lembra, ainda, que em mercados consolidados, como os Estados Unidos e Europa, os governos  possuem  tarifas acordo negociadas com as companhias aéreas e os hotéis, mas a gestão operacional é sempre de responsabilidade das agências de viagens contratadas – ao governo compete a auditoria e o controle do processo como um todo. “Em geral, a administração e o gerenciamento estão nas mãos de agências de viagens, TMCs (Travel Management Companies), de diferentes tamanhos, que trabalham com tarifas determinadas. É por isso que elas têm um diferencial competitivo e são essenciais na cadeia produtiva do turismo de qualquer país”, explica Azevedo.

De acordo com o presidente da ABAV, centralizar no MPOG a intermediação da emissão de passagens aéreas fere, inclusive, a legislação federal quando desvia a função inerente ao agente de viagem para um funcionário público concursado para outros setores. “Além de equivocada, foi infeliz a declaração divulgada esta semana pelo secretário de Logística e Tecnologia da Informação do MPOG. A gestão de viagens é um processo complexo, requer conhecimento sobre o setor, qualificação e uma base sólida de relacionamento com fornecedores, e a compra direta nunca foi nem será garantia de preço mais baixo”, conclui Azevedo.

 

Abrajet Paraíba reuniu jornalistas de turismo

Sob a presidência do jornalista Rogério Almeida, a Abrajet-PB promoveu na última quarta-feira (11), um almoço no Restaurante Tasca da Esquina, em Manaíra. O motivo do encontro foi a realização da 20ª reunião da entidade, seguido de almoço assinado pelo Chef Victor Sobral. Os jornalistas foram recepcionados pelo diretor da casa, Pedro Graça, e saborearam um delicioso Bacalhau especial de natas.
Na ocasião foram escolhidos para receber o Troféu Waldemar Duarte de Melhores do Ano no Turismo, o  Chef Victor Sobral (Tasca da Esquina), o Memorial do Maior São João do Mundo (Campina Grande), Regina Amorim (Sebrae-PB), PBTur, Centro de Treinamento e Mergulho Mar Aberto, Clube Turismo , Deputada francesa Isabelle Attard, de Bayeux (França), Guia Mundo Receptivo, Coral Meninos de Lucena e Condutores do Lajedo Marinho (Boqueirão-PB)

[FOTO3]

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Abrajeteanos da Paraíba - Abelardo Jurema (vice-presidente Abrajet PB), Ruth Avelino (abrajeteana e Presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Pedro Graça (diretor do Restaurante Tasca da Esquina), Rogério Almeida (Presidente da Abrajet PB), e Messina Palmeira (Tesoureira da Abrajet PB). Sentados -  Abrajeteanos - Fabiano Vidal e Ricardo Castro.

Frentur quer fortalecer Hotelaria e o Turismo

Para comemorar o lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo (Frentur), o presidente da CNTur, Nelson de Abreu Pinto, ofereceu um almoço ao presidente da Frente, deputado Herculano Passos e representantes do trade turístico brasileiro. O encontro foi realizado na sede da Confederação em Brasília e serviu para lançar uma Agenda Positiva compromissada entre a CNTur e a  Frentur na busca do pleno desenvolvimento do turismo brasileiro, especialmente de incentivo à hotelaria e ao turismo em geral, com foco no crescimento e fortalecimento do setor.

A Frentur foi lançada dia 11 março, no Congresso Nacional num evento que reuniu cerca de 150 pessoas, entre elas os Ministros do Turismo, Vinícius Lages, e das Cidades, Gilberto Kassab; senadores Lídice da Mata, (PSB-BA); Hélio José (PSD-DF) e Fátima Bezerra (PT-RN), deputados federais Alex Manente (PPS-SP) presidente da Comissão de Turismo da Câmara Federal; Magda Mofatto (PR-GO); Antônio Goulart (PDS-SP), Secretário de Turismo de São Paulo, Roberto Lucena, prefeitos, representantes do trade turístico. O grupo se comprometeu legislar com políticas públicas em favor do setor.

Ministro da Pesca cumpre agenda positiva

Ministro da Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho, esteve no último final de semana (15) em Boston, nos Estados Unidos, representando o Brasil na ‘’Seafood Export North America’’. A Feira é considerada a mais expressiva no que diz respeito à promoção e comercialização de produtos da pesca e aquicultura na América do Norte. Helder inaugurou o Pavilhão do Brasil no evento, com a Consulesa Geral do Brasil em Boston, Glivânia Maria de Oliveira. Esta foi a primeira participação do Brasil na ‘’Seafood Export”.

Durante o evento, o ministro aproveitou para fazer novos contatos e expandir os horizontes do mercado de pesca brasileiro, contando com a presença de empresários interessados em investir no Brasil.
Em sua fala o ministro ressaltou a importância da participação do Ministério da Pesca e Aquicultura na Feira: “É uma grande honra participar de um evento como este, onde tenho a oportunidade de fazer novos contatos com empresários interessados em investir no mercado brasileiro na área de pesca e processamento de pescados, gerando divisas e garantindo novos empregos para o setor”.

Onu

De Boston, o ministro Helder seguiu para Nova Iorque, onde participou da Convenção das Nações Unidas (ONU) sobre o Direito do Mar e defendeu a proposta brasileira de exploração da pesca marítima na zona internacional do Atlântico, na Conferência de Revisão do Acordo de Nova Iorque.

Como membro da delegação brasileira, Helder garantiu que o Brasil está comprometido com o fortalecimento e a implementação do Acordo de Nova Iorque, e pronto para cooperar no sentido de garantir a sustentabilidade das pescarias em alto-mar.

“Com 8,5 mil quilômetros de costa no Oceano Atlântico Sul, nós entendemos o Acordo de Nova Iorque como a própria base sobre a qual devemos fundamentar e orientar as nossas aspirações de desenvolvimento’’, declarou o Ministro.



PAINEL

•    No quartel do 23º B.C.-Batalhão Marechal Castelo Branco, ontem, às 16 horas, aconteceu a solenidade de encerramento do Estágio de Adaptação e Serviço dos novos Oficiais da Área de Saúde de 2015. O estágio foi realizado para médicos, veterinários, dentistas, farmacêuticos.

•    Marta Rossi, diretora do Festuris de Gramado, esteve participando, no mês de fevereiro, da Bolsa de Milão-BIT, onde pôde conferir, como uma das principais tendências, o investimento crescente no Turismo de luxo. Em parceria com a Vertour, empresa com mais de 60 anos no mercado, e a empresária Carla Filippini, foi selada uma parceria para trazer a Gramado o Luxury Travel Italy.

•    A ABAV Nacional alerta para informativo fraudulento que circula em seu nome reportando cláusulas para o reajuste salarial do agente de turismo. Fique atento, não abra e não responda a mensagem, que não procede nem corresponde aos endereços eletrônicos e pode conter vírus.

•    Em seus cinco dias de funcionamento, a Berlim 2015 reuniu 175 mil visitantes, incluindo um número maior de representantes da indústria fora da Alemanha e 60 mil consumidores

•    Ingressos da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém já estão sendo vendidos em todo o Brasil pelas agências de viagens, por meio do site oficial na internet - www.novajerusalem2015.com.br. Os preços vão de R$80 a R$120 dependendo do dia com meia entrada para estudantes e público até 14 anos.

•    Amanhã, 19 de março, em Fortaleza, comemora-se o Dia de São José, padroeiro do Ceará, quando os cearenses esperam copiosas chuvas.

•    “Fórum Panrotas-Tendências do Turismo” começa segunda feira, dia 23 de março, em São Paulo.

•    Lançado o livro Sílvio Carlos - Histórias do Papa, de autoria do jornalista Renato Abreu. O jornalista Sílvio Carlos foi meu companheiro no O POVO. É torcedor do Fortaleza. Grande incentivador do esporte amador. O lançamento aconteceu no dia 13 de março, no Sindicato dos Jornalistas do Ceará, com a presença dos colegas da imprensa cearense. 

 

TAGS