PUBLICIDADE
Tecnosfera
TECNOSFERA

Consumidores com idades entre 23 e 36 anos devem priorizar compras pelo smartphone nesse fim de ano

Estudo da PwC revela que clientes dessa faixa etária são duas vezes mais propensos a efetuar uma compra pelo celular do que as outras gerações

14:26 | 07/11/2018
(Foto: Shutterstock)

Segundo um estudo realizado pela empresa PricewaterhouseCoopers (PwC), consumidores com idades entre 23 e 36 anos, conhecidos como Millenials, devem recorrer mais aos smartphones para realizar as compras de fim de ano. O levantamento revela que consumidores dessa faixa etária são duas vezes mais propensos a efetuar uma compra pelo celular do que as outras gerações. Também servindo como base, o relatório 2018 Holiday Outlook mostra os hábitos de compras das diferentes gerações a partir de uma amostra nos Estados Unidos, país reconhecido por lançar as tendências globais de consumo.

Alvos preferenciais do mercado, os millenials são a geração com a maior força de trabalho nos Estados Unidos, assim como no Brasil. Eles representam 35% da população dos EUA, enquanto no território brasileiro são 30%. A pesquisa da PwC perguntou sobre a expectativa de 2.071 consumidores, referente às compras de Black Friday, Ação de Graças e Natal. Em busca de uma experiência sem estresse, 24% dos consumidores, em geral, vão preferir fazer compras pelo smartphone.

A preferência pelo comércio mobile cresce para 50% no caso dos millenials. Entre os compradores da Geração Z, entre 17 e 22 anos, 50% deles deverão concluir suas compras online pelo smartphone e a outra metade está dividida entre dispositivos como tablets, desktops e notebooks. No Brasil, o uso constante de smartphones para fazer compras já é uma realidade. O percentual de brasileiros que compra via smartphone ao menos uma vez por mês mais do que duplicou nos últimos cinco anos, passando de 15% para 41%, e deve superar em breve as compras feitas em computadores, que caiu de 69% para 58% no mesmo período.

Os dados são da pesquisa global Consumer Insights 2018, que ouviu 22 mil pessoas em 27 países, sendo 1.000 delas no Brasil.

Compras com base em fotos de redes sociais

O estudo também mostra que o consumo durante as festas de fim de ano será impulsionado pelas compras a partir de fotos nas redes sociais. Compradores da Geração Z consideram cada vez mais os chamados influenciadores da marca para orientar suas decisões de compra. De acordo com a PwC, 55% dos clientes nessa faixa etária disseram que levam em conta os influenciadores cujos estilos de vida aspiram, em comparação com apenas 41% dos consumidores em geral.

TAGS