Empresa de segurança afirma que descobriu falha que permite interceptar mensagens do WhatsApp
PUBLICIDADE
Notícias


Empresa de segurança afirma que descobriu falha que permite interceptar mensagens do WhatsApp

Vulnerabilidade pode estar relacionada ao sistema de criptografia do aplicativo. A falha pode permitir que hackers alterem mensagens enviadas e se passem por integrantes de grupos

14:03 | 08/08/2018
NULL
NULL

[FOTO1]
A empresa israelense de segurança digital, Check Point Research, anunciou nesta quarta-feira 8, a descoberta de uma importante falha no WhatsApp. De acordo com o relatório divulgado, o serviço de mensagens tem uma brecha que permite a atuação de hackers, que podem manipular conteúdos já enviados e até mesmo se passarem por integrantes de grupos.

[SAIBAMAIS]Os pesquisadores da Check Point alegam que a falha está relacionada ao processo de criptografia do aplicativo. É justamente esse recurso, adotado pelo WhatsApp em 2016, que impede qualquer tipo de interceptação de mensagens, seja em áudio, vídeo, texto ou foto.

 

Em entrevista ao The New York Times, Carl Woog, porta voz do WhatsApp, reconheceu que é possível alterar mensagens dentro do aplicativo, mas discordou que o fato se trata-se de uma falha relacionada a criptografia. "Analisamos cuidadosamente essa questão e é o equivalente a alterar um e-mail", explicou Woog.

Atualmente o WhatsApp tem cerca de 1,5 bilhão de usuários em todo o mundo. A Check Point Research alega ter alertado o WhatsApp sobre o riscos e teme que hackers se utilizem da falha para propagar informações falsas ou até mesmo realizar golpes.  
 

 

 

TAGS