PUBLICIDADE
VERSÃO IMPRESSA

Apple pressiona e aplicativo ligado ao Facebook é removido da App Store

Serviço de VPN grátis Onavo é acusado pela Apple de coletar dados de seus usuários e violar a política de privacidade da loja virtual

24/08/2018 16:01:00
NULL
NULL (Foto: )
[FOTO1]
Um desentendimento entre Facebook e Apple ocasionou a retirada do aplicativo Onavo da App Store. Com o objetivo de proteger os dados de seus usuários, o serviço foi criado por uma startup israelense e comprado pelo Facebook em 2013. Segundo a gigante de Cupertino, o aplicativo violou as regras de privacidade de sua loja ao coletar dados de usuários.

O Onavo oferece uma rede privadada virtual, alertando sobre sites perigosos e protegendo informações pessoais. Porém o serviço estava monitorando as atividades dos usuários e as repassando para o Facebook, para que a empresa obtivesse dados de navegação e conseguisse identificar novas tendências móveis, gerando informações para o seu banco de dados.

[SAIBAMAIS]Em nota ao portal americano TechCrunch, um porta-voz da Apple falou sobre o caso; "Trabalhamos duro para proteger a privacidade dos usuários e a segurança dos dados em todo o ecossistema da Apple. Com a atualização mais recente das nossas diretrizes, deixamos explicitamente claro que os aplicativos não devem coletar informações sobre quais outros apps estão instalados no dispositivo para fins de análise ou publicidade/marketing, e devem deixar claro quais dados do usuário serão coletados e como serão usados".
 
Após as acusações da Apple o próprio Facebook removeu seu aplicativo da App Store. O serviço ainda está disponível para usuários do sistema Android através da loja de aplicativos Play Store.

TAGS