PUBLICIDADE
Notícias

Curto-circuito

18:01 | 24/07/2018

Os ministros do Palácio do Planalto estão ‘jogando pesado’ para tentar enterrar a CPI da Privatização da Eletrobras, já lida e instalada no Senado Federal. A frase é do senador Hélio José (PROS-DF), que protocolou o pedido da Comissão Parlamentar de Inquérito.  “O Governo anda jogando pesado porque a CPI vai provar que a privatização não vai dar certo”, diz o senador. Ele conseguiu 42 assinaturas – apenas o senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) recuou. Partidos como PT, PDT, PCdoB e Rede já confirmaram que vão indicar seus membros a partir de agosto, após o recesso, garante Hélio José.

Rombo

O Governo desistiu, por ora, da privatização. Ficou para depois da eleição. O presidente Michel Temer quer ainda para este ano. Para o Governo, é fundamental fazer caixa.

Mistério 

O leitor reparou que as operações da Lava Jato deram uma freada brusca? Nós também.

Termômetro

De uma raposa política, que circula por aí desde que Dom Pedro II soltava pipa: Essas eleições vão mostrar se curtidas em redes sociais significam votos.

Descarrilou

O Governo – há várias gestões – não consegue concluir a bilionária ferrovia TransNordestina, não coloca nos trilhos trens na Carajás e Porto Nacional (TO); gastou milhões de reais num estudo para um trem-bala Rio-São Paulo que não saiu do papel. Mas agora coloca na linha a locomotiva da demagogia: um fundo ferroviário.

Rumo incerto

A Medida Provisória nº 845, de sexta-feira, editada pelo Planalto, institui o ‘Fundo Nacional de Desenvolvimento Ferroviário’. Não se sabe ainda o que significa, nem para que rumo vai nesse descarrilamento de décadas. 

Mineiro de fato

O empresário bilionário Josué Alencar (PR) tem escola. Mineiro cauteloso, ao ser já comemorado por vários partidos como ‘o vice de Alckmin’, soltou uma nota: “Relembro o meu saudoso pai, que dizia que o importante na chapa é quem a encabeça. E acrescentava: ‘Vice não manda nada e deve evitar atrapalhar”’. 

Cadê a pauta?

A participação do presidente Michel Temer na reunião de presidentes do Mercosul e da Aliança do Pacífico, em Puerto Vallarta, deveria conter um item fundamental na pauta: a conexão entre o mercado ilegal, em especial o contrabando paraguaio, e a violência que avança no Cone Sul e no Brasil. 

Confidencial 

Os serviços secretos dos países participantes sabem que PCC e o Comando Vermelho são abastecidos pelo dinheiro gerado por esse mercado, que ajuda a financiar o tráfico de drogas, armas e munições na região. 

Habla, hombre!

Horácio Cartes, presidente do Paraguai e dono do Eight, cigarro contrabandeado que já e líder no Brasil com 13% do mercado, não deverá participar do evento. Ele deixa o poder na próxima terça-feira. E fez o sucessor, Mario Abdo.

STF & PF

O ministro Alexandre de Moraes será homenageado, dia 30, no encontro da Academia Brasileira de Ciências Forenses, dos peritos criminais acadêmicos da PF. O encontro lança o Interforensics, principal evento latino-americano do setor que acontecerá em São Paulo em 2019.

Cidadania

Uma seleção profissional, de vida pregressa sem cargos partidários, com análise de currículo, de perfis com compromisso social e visão cidadã. Não se trata de triagem para uma multinacional. É o Movimento Acredito, que reuniu seus melhores nomes e vai lançar 24 lideranças, de 9 partidos, a vários cargos nas eleições deste ano. O Acredito oficializa a turma no sábado em Brasília.

Livre..  

Os aplicativos de serviços de transportes cravaram uma disputa em Brasília ontem. Na quinta-feira (19) a 99 Pop mandou para seus usuários um comparativo de tarifas entre as duas empresas, o que fez a Uber lançar nesta segunda campanha promocional de preço máximo de R$ 10 para as viagens realizadas no Plano.
 
..mercado

Em seguida a 99 divulgou a mesma vantagem com preços inferiores, com valor máximo de R$ 8,99. Livre mercado é isso aí. Ganha o cidadão. 

TAGS