PUBLICIDADE
Notícias

O B de baiano

17:34 | 05/04/2018

O ex-governador da Bahia Jaques Wagner, amigo próximo e plano B de Lula da Silva quando lançou Dilma Rousseff, é ainda o nome do ex-presidente para ser lançado ao Palácio do Planalto. Mas aos holofotes, para preservar Lula, o discurso é outro. O ex-ministro da Previdência, Trabalho e das Comunicações e dirigente do PT Ricardo Berzoini desconversa. À Coluna, diz que o PT não fala em alternativa em caso de prisão doe Lula. “Nenhum tipo de alternativa está em discussão”.

Sabático

Berzoini, que mudou o domicílio eleitoral para o DF para disputar o Governo, desistiu. “Por questões pessoais, decidi tirar tempo para me dedicar ao debate econômico”.

Japa na urna

Newton Ishi, o policial conhecido como Japonês da Federal, consagrado na Lava Jato, será candidato a deputado federal pelo Patriota de Curitiba.

Pavão

O ministro Gilmar Mendes (STF) atacou a “mídia opressiva”. Isso não existe. Há, sim, ministro togado que solta da cadeia compadre de casório. E isso é notícia.

Tour collorido..

Enquanto todas as atenções no País estavam voltadas para o julgamento do habeas corpus de Lula da Silva, outro ex-presidente, Fernando Collor de Mello, tirou a semana para um “tour” pelas arábias. O parlamentar preside a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado (CRE).

..das Arábias

Depois de passar pela Arábia Saudita, encontrou-se com ministro da Defesa dos Emirados Árabes, Mohammed Al Bowardi. Justificativa: “Análise do cenário internacional e dos conflitos que incomodam os países integrantes da Península Arábica”. Quando era presidente, em 1991, Collor instalou no Brasil a primeira embaixada dos Emirados na América Latina.

Sem ‘coitadismo’

Os petistas em vigília na Esplanada cantaram Pra não dizer que não falei das flores, o hino contra o regime militar, em defesa de Lula. Balela. Não há ditadura, e há um home condenado em 2ª instância com provas cabais de corrupção.

Alvo no Poder

Eleito presidente da Comissão de Constituição e Justiça, colegiado mais importante da Câmara, o deputado Daniel Vilela (MDB-GO) responde ao Inquérito nº 4.441/17 no STF, que investiga pagamento de propina pela Odebrecht.

Na mira

O inquérito é relatado pelo ministro Dias Toffoli que encaminhou, recentemente, os autos à Procuradoria-Geral da República com o depoimento prestado pelo deputado Vilela à Polícia Federal em outubro de 2017.

Avançou

Deputado Glauber Braga (Psol-RJ), da comissão que acompanha as investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco, revela que os investigadores asseguraram aos deputados que “a linha de investigação saiu da estaca zero e está ‘bem encaminhada’”.

Lula lá

O ex-presidente Lula tem compromisso no domingo. Será a “estrela” do VI Congresso Nacional da Central de Movimentos Populares, em Guararema (SP). Não se sabe se vai aparecer ou se vai preparar uma mala para viagem.

Cabinho

Apelidado de Cabinho, filho do deputado estadual Cabo Júlio, Bruno Júlio vai se filiar ao PHS em BH e lançará sua candidatura à Câmara Federal. O garoto tem discurso mais ferrenho que o pai contra bandidos e em defesa dos policiais.

Cheiro do ralo

O senador Telmário Motta (PTB-RR) vai pedir ao Ministério Público Federal investigação da contratação, por R$ 100 milhões, da empresa "Sanepav Saneamento Ambiental", pela prefeitura de Boa Vista - administrada pela arquirrival Teresa Surita (MDB), ex-mulher e aliada do senador Romero Jucá.

Doação

A Sanepav fez gorda doação para o diretório do MDB em Roraima em 2014.

TAGS