PUBLICIDADE
Notícias

A confusão da ADC

17:49 | 08/04/2018
Militantes do Patriota pressionam o presidente Adilson Barroso a destituir esta semana o advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, na defesa da Direta de Constitucionalidade (ADC) nº 43 que pode ir a plenário do STF. A ação pede o reconhecimento da Constituição, que prevê a prisão após análise em última instância judicial. Parte do grupo acusa Kakay de usar a ADC para tentar livrar Lula da cadeia. Procurados, Kakay nega, e Adilson Barroso desconversa, confuso. A ação foi protocolada anos atrás pelo antigo PEN (hoje Patriota), segundo o presidente Barroso, para ajudar os pobres que são presos sem benefício de recorrer até a última instância.
 
Amém
No bastidor, a história é outra: a ADC surgiu a pedido do bispo Manoel Ferreira, o líder da Assembleia de Deus, confidenciou Barroso a aliados. Não se sabe o motivo.
 
Nova versão
O Patriota estuda destituir Kakay e nomear advogado Paulo Fernando Melo, presidente do diretório no DF. Se a ADC for pautada no STF, Melo vai alegar desistência da ação.
 
Pulou fora
Um dos motivos que fizeram Jair Bolsonaro evitar o Patriota foi essa ADC. Ele foi avisado por Melo de que a bomba estouraria no seu colo: seu partido ajudaria Lula.
 
Olha a educação!
Rossieli Soares, indicado por Mendonça Filho como novo ministro da Educação, já foi processado por improbidade administrativa como secretário de Educação do Amazonas, e o TCE cobra devolução de R$ 2,5 milhões em processos mal explicados na gestão. Procurada por dois dias pela Coluna, a assessoria do MEC bloqueou nosso e-mail. E um assessor desligou o telefone ‘na cara’ de uma repórter.

Balela
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e deputados “jogam para a plateia” ao afirmarem que pretendem votar o quanto antes a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que inclui na Carta Magna a prisão de réu condenado em segunda instância.

Palanque 1
Só que, pela lei, PECs não podem ser discutidas no Congresso Nacional durante a intervenção federal, como ocorre no Rio de Janeiro. Só no Senado, a medida decretada pelo presidente Michel Temer em março suspendeu a tramitação de 536 PECs.
 
Palanque 2
Rodrigo Maia, que adiou palestra mês passado, amanhã vai aparecer presidenciável na Associação Comercial do Rio, a convite de poderoso e restrito grupo de empresários.
 
Folga (por ora)
Os agentes da Polícia Federal que, por prerrogativa da lei, dão segurança 24 horas para o ex-presidente Lula, serão redirecionados para departamentos da corporação.
 
Plano B do B
Além de Jaques Wagner e Fernando Haddad, nomes citados internamente pelas cúpula e hostes do PT, surgiu outro nome defendido por ala do partido como plano B para suceder Lula na disputa presidencial: apoio a Ciro Gomes (PDT), com um vice do PT.
 
Reconciliação
Expulsa do PT e distante do ex-presidente Lula desde que o petista selou aliança com o ex-prefeito Paulo Maluf (PP-SP), a deputada Luiza Erundina (Psol-SP) se juntou à militância do ex-partido na sede do Sindicato dos Metalúrgicos em São Bernardo. “A Justiça vai ser obrigada a se rever e a mudar”, repetiu a deputada.
 
Regalias
Preso em fevereiro, após ser condenado a cinco anos e três meses de reclusão, o deputado João Rodrigues (PSD-SC) continua recebendo regalias da Câmara Federal, como salário mensal de R$ 33.763,00.
 
Medo do Brasil
Argentinos e chilenos estão com medo de participar de evento em Foz do Iguaçu por causa do surto de febre amarela. A vacina acabou em seus países. Cancelaram a vinda.
TAGS