PUBLICIDADE
Notícias

Poder, Política & Mercado

Brasília, Quinta-feira, 15 de Março de 2018 - nº 2067

19:54 | 15/03/2018
Maia monta staff

As articulações do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, evidenciam que ele consolida a cada dia a sua candidatura à Presidência do Brasil sem blefe. Na segunda, em Belo Horizonte, Maia anuncia o deputado federal Rodrigo Pacheco – que se filia ao DEM – como um dos coordenadores da sua campanha ao Planalto. O novo presidente do partido, ACM Neto, também comporá o staff e cuidará da agenda no Nordeste.

Olho no Ondina 

ACM Neto decidirá na segunda se sai como candidato ao Governo da Bahia ou a vice na chapa de Maia – o que será muito improvável, apesar de sugestão de aliados.


Menino do Rio

Ciro Gomes se reúne hoje na Lapa com brizolistas veteranos que fundaram a Juventude Socialista do PDT nos anos 80. Fará caminhada por uma rua para testar popularidade.

‘Homem’ do Ratinho

 O jornalista conservador Paulo Martins recusou o PSL de Bolsonaro e o Patriota. Será candidato ao Senado pelo PSC do Paraná. O apresentador Ratinho é seu chefe.

 À di$tância

O Conselho Nacional de Educação foi favorável ao credenciamento provisório de 122 instituições de educação superior para educação à distância, há dias. O setor é o novo filão do mercado do diploma. O parecer veio a público, mas até agora o MEC não divulgou a lista. O mercado está em polvorosa.

Lotação na UTI

 O edital anterior ‘Mais Médicos’ ano passado – o relativo a mais cursos de medicina – teve 39 cidades com cursos aprovados. Destas, 10 ainda não obtiveram as portarias de homologação, o que causou a paralisação das disciplinas nas faculdades. E o Ministério da Educação lança dia 25 um novo edital.

 #pertodopovo

A ABRIG, Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais – que atua para legalizar o lobby – propôs ao Governo uma aproximação do Congresso e Executivo com a sociedade através de mesas de debates. O presidente da entidade, Guilherme Costa, visitou o ministro Eliseu Padilha no Palácio.

 É do povo

A deputada Érika Kokay (PT-DF) aproveitou a sessão em homenagem aos 157 anos da Caixa para engrossar o coro antiprivatização. Mas Temer não quer mexer com isso.

 Pé na estrada

 Com a ‘Caravana da Guerreira’, Roseana Sarney visita 30 cidades do Maranhão na tentativa de voltar ao Governo. O irmão Zequinha Sarney disputará o Senado.

 Memorial Sarney

Circula em grupos de whatsapp no Maranhão uma provocação ao Governo Flávio Dino, feita por ‘sarneyzistas’. Cita que, dos 50 anos de eventual domínio da família Sarney, 31 foram de governos de ex-aliados. É que Sarney rompeu com a maioria, no início de seus governos, como nos casos de Pedro Neiva, Castelo, Cafeteira, Rocha e Zé Reinaldo.

Cupido eleitoral

Continua até abril o assédio de parte do PSB sobre o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, para disputar pelo menos o Senado no Rio. O líder do partido na Câmara, Júlio Delgado, lembra a frase de Rodrigo Janot: “Enquanto houver bambu, vai ter flecha”.

 Zerou o caixa

A CPI do BNDES terminou como começou: sem avanços. Foram sete meses que se resumiram a coleta de depoimentos, recusas de documentos por parte de órgãos acionados pela comissão e nenhum pedido de indiciamento.

 Lobby

  
No parecer final, o senador Roberto Rocha (PSDB-MA), sai em defesa do lobby: “Em si, a atividade de lobby não é ilegítima. Ocorre no Congresso, nos ministérios e até mesmo no Judiciário. O que é ilegítimo é a corrupção”.
TAGS