PUBLICIDADE
Notícias

Lobistas

00:19 | 28/01/2018

Depois de recomendar e conseguir o afastamento de vice-presidentes da Caixa Econômica Federal, o Ministério Público Federal aguarda agora resposta do presidente Michel Temer sobre o pedido de alteração na norma que regulamenta o transporte aéreo de autoridades em aviões da Aeronáutica. A Coluna apurou que o documento do MP foi protocolado no Palácio do Planalto na sexta-feira, 19, sem prazo de resposta. No despacho, 11 procuradores asseveram: “O MPF constatou a utilização de aviões para transportar parentes e amigos lobistas das autoridades”.

Custo

O MP cobrou e recebeu do Comando da Aeronáutica e das secretarias-executivas dos ministérios os custos dos voos realizados na gestão Temer. Os gastos superaram os R$ 34 milhões – só no período de maio de 2016 a março de 2017.

Imagem

Uma das empresas propulsoras do megaesquema de distribuição de propina investigado pela Lava Jato, a construtora Odebrecht tenta dissociar sua imagem do escândalo de corrupção com a adoção de mudanças internas baseadas, segundo a empresa, “na atuação ética, íntegra e transparente”.

Riscos

Recente, o Conselho de Administração aprovou a Política sobre Gestão de Riscos, manual de 15 páginas, que aponta que “a ânsia exclusiva por resultados a curto prazo tende a colocar em risco a base do Negócio”. O documento também fala em “reduzir os riscos a níveis aceitáveis”.

Fogos

Ex-ministra de Lula, Marina Silva (Rede-AC) saiu em defesa da Lava Jato após a condenação do petista “exortando ao avanço de todas as denúncias de corrupção - sem nenhuma distinção partidária e ideológica”.

Pressão

Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) defende “mobilização popular” para aprovar a proposta em tramitação no Senado que acaba com o auxílio-moradia para juízes e políticos: “Na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) deve passar, mas no plenário só se houver pressão”.

Regalia

O STF pode definir em março as regras do auxílio-moradia dos juízes (mais de R$ 4 mil por mês). Para Randolfe, a pressão de associações de magistrados deve fazer com que a Suprema Corte apenas regule o pagamento do benefício, sem extingui-lo.

Fake

Levantamento do Instituto de Estudos Socioeconômicos classifica como “fake” a “reserva de contingência” (de R$ 422 milhões) prevista no orçamento Ministério do Meio Ambiente para 2018.

Dívida pública De acordo a assessora política do Inesc, Alessandra Cardoso, a “reserva” é ori

unda de receitas próprias ou vinculadas e “não têm outro objetivo senão o de gerar economias para manter a dívida pública sob controle”.

Déficit

Presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), Floriano Martins de Sá Neto, diz ser mentira o déficit de R$268,8 bi anunciado pelo secretário de Previdência, Marcelo Caetano: "Governo mente e distorce toda a realidade da Previdência Social”.

Caravana

O presidente do Sindicato Nacional dos Auditores da Receita, Cláudio Damasceno, também contesta o déficit e afirma que a entidade organizará caravanas para pressionar os deputados contra a aprovação da reforma em fevereiro.

Rigor

Motoristas embriagados ou sob efeitos de drogas que se envolverem em acidente com morte, lesões corporais ou danos a terceiros podem perder o carro - mesmo que não seja o proprietário (do veículo). É o que prevê projeto em tramitação no Senado.

Ponto final

“‘O Brasil está de volta’ . . . de volta ao passado”

Do deputado Glauber Braga (Psol-RJ), alfinetando frase dita por Temer em Davos

TAGS