PUBLICIDADE
Notícias

Barbárie em Cuiabá

12:00 | 21/08/2016
Um caso chocante movimenta os bastidores da cúpula do Justiça no Mato Grosso. De um lado, uma enfermeira de origem humilde com um filho de dois anos, e de outro, um renomado advogado de conhecida família do Judiciário de Cuiabá, pai da criança. A mulher o acusa de abusar sexualmente do próprio filho. O MP e uma delegacia especializada investigam o caso sob segredo de Justiça, e três juízes já declinaram da decisão de reverter o direito da guarda à mãe, diante da liminar do pai em ficar com o filho. Sem ajuda, a mulher viajou para Brasília e visitou autoridades, às quais apresentou suas provas, de posse da Coluna.

Laudos
A mulher descobriu fissuras nos órgãos genitais do garoto. Tem laudos médicos, e psicológicos com a profissional Tatiana Hart, do Rio, que atuou na CPI da Pedofilia.

Guerra judicial
Após a acusação, começou guerra judicial entre os pais. Ele alega alienação parental e até fez B.O. de rapto de incapaz quando a mãe viajou para Brasília com o filho.

Detalhes sórdidos
A mãe também tem um B.O. em Cuiabá contra o pai, onde detalha o que descobriu das agressões – aqui impublicáveis – e nos quais constam os laudos que juntou.

PP se defende
Os advogados do PP apresentaram um documento à Justiça em defesa do deputado Dudu da Fonte (PE) e do falecido senador Sérgio Guerra (PSDB-PE), suspeitos de pedirem R$ 10 milhões a Paulo Roberto Costa, então diretor da Petrobras, para enterrar a CPI da estatal em 2009.

Quarteto x PRC
É um ofício dos senadores Álvaro Dias (hoje no PV), Agripino Maia (DEM), ACM Júnior (DEM) e Sérgio Guerra, no qual o quarteto pede à PGR, à época da CPI, uma investigação sobre a petroleira. O documento coloca em xeque a declaração de Paulo Roberto, o PRC, na delação na Lava Jato.

Mas..
.. para os investigadores, o ofício não diz muito. Pode ter sido só balão de ensaio para a turma pressionar a Queiroz Galvão e a cúpula da Petrobras a negociarem.

O cabeça
Os bastidores da Lava Jato, quando vierem à tona daqui a alguns anos, mostrarão que o grande cabeça da investigação é o jovem promotor Deltan Dalagnol. Moro é o executor.

O ‘inimigo’
O ex-presidente Lula tem dito que o “inimigo do PT” não são o PMDB e a turma do presidente Michel Temer. O “inimigo”, segundo o Barba, é a Justiça – claro, referindo-se ao juiz Sérgio Moro. Indica que está a cada dia mais preocupado com o xadrez.

Falta costura
Enquanto assume a missão de derrubar a Venezuela da presidência do Mercosul, o chanceler José Serra se esquece da categoria que chefia. Diplomatas, acostumados a ‘costuras’ e conversas diárias, reclamam da sua distância no trato.

Biquinhos
Os diplomatas também reclamam da falta de agenda com o novo chefe. “Chanceler que não fala com diplomatas não dura no cargo”, reclama um funcionário de carreira do Ministério das Relações Exteriores.

Filhote Hermano
Quando as empreiteiras já achavam ruim o cenário, surge um filhote Hermano da Lava Jato no Peru. Os parlamentares da oposição – os fujimoristas – querem uma CPI para investigar as obras da OAS e Odebrecht no país, e suspeitas de pagamentos de propinas.

Voo binacional
A cidade de Rivera, na fronteira com o Brasil pelo Rio Grande do Sul, a 200 km de Uruguaiana, pode ganhar mega aeroporto binacional, o primeiro do tipo no Continente.

Ponto Final
“Onde posso zuar aqui no Rio”, pergunta o nadador americano. “Lá no posto Ipiranga”, diz o gordinho da propaganda. A hilária fotomontagem ganhou as redes sociais após o escândalo do quebra-quebra dos atletas num posto do Rio.
TAGS