PUBLICIDADE
Notícias

Temer se aproxima do MST

12:00 | 04/06/2016
O presidente Michel Temer articula uma forte aproximação de seu Governo com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a fim de neutralizar a gritaria nas ruas e bloqueio de estradas. Convidou o ex-líder maior do movimento, José Rainha, hoje comandante da Frente Nacional de Luta e ainda influente no MST, para ser consultor informal sobre a demanda do campo. Rainha esteve no Palácio e não escondeu a satisfação para ser o interlocutor da pauta agrária.

Caixa aberto
Temer deve atender ao MST. A reforma agrária travou em 2015 no Governo Dilma, quando nenhuma fazenda foi desapropriada para assentamento.

Sem porteiras
Um cenário inimaginável pode ocorrer: O MST deve fechar aliança com governo de Centro-direita. “Queremos a volt do Desenvolvimento Agrário” diz Rainha animado.

Sois rei
O senador e ministro informal Romero Jucá (PMDB-RR) articulou pessoalmente reajustes dos servidores – do Judiciário – e a criação de mais de 14 mil cargos.

Mui amigo
O presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), vai sepultar o pedido de cassação do colega de partido Romero Jucá. “São casos diferentes. Tem que separar o joio do trigo”, diz o senador ao avaliar que não há similaridade entre o caso Jucá e os fatos que levaram à cassação do ex-senador Delcídio do Amaral.

Tela Quente
Antes controlados pelo deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), os veículos de comunicação da Câmara acompanhavam a par e passo o andamento do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Senado. Hoje mira o dever de Casa.

Profetas do caos
Quebrou a bola de cristal dos petistas. Foi intensa a boataria de que o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), seria preso na última quinta. Sobraria até para Renan Calheiros, presidente do Senado.

Calma, senhora
“Se a justiça prestasse, esse crápula já estaria preso”, esbravejou a deputada petista Maria do Rosário (RS) sobre Cunha. Rosário era uma das profetas.

Vem mais
O líder do PT, deputado Florence (BA), prevê mais demissões de ministros do Governo de Michel Temer. “O terceiro cairá logo. Aí já pode pedir música no Fantástico”.

Tô bem, tô sóbrio
Lembra-se do deputado Vinícius Gurgel (PR-AP)? Ele dissera estar sob efeito de remédio e álcool quando assinou carta de renúncia ao Conselho de Ética para beneficiar o aliado Eduardo Cunha. Foi visto essa semana numa mesa repleta de jovens em um badalado restaurante de Brasília. Dessa vez, bebia refrigerante.

Guedes no TSE
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes, escalou o jornalista Fernando Guedes – com passagens pela liderança do PSDB na Câmara e campanhas de candidatos tucanos – para comandar a comunicação das eleições de outubro.

Te pego lá fora
Após entregar a defesa da presidente afastada Dilma à Mesa do Senado, o advogado José Eduardo Cardozo esbarrou com o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), líder do Governo Temer. Encararam-se em silêncio e viraram as costas.

Choro do relator
Marcos Rogério (DEM-RO), relator da cassação do mandato de Eduardo Cunha, assim justifica o choro na leitura: “Foi como tirar o maior de todos os pesos das costas”.

Ponto Final
“A corrupção no Chile é uma das menores da América Latina”
Do presidente da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), que aqui no Brasil é investigado na Lava-Jato e alvo de inquérito no STF.
TAGS