PUBLICIDADE
Notícias

Temer lança o 'PAC 3'

12:00 | 22/06/2016
O presidente Michel Temer vai lançar o ‘PAC 3’. Numa sinergia com o presidente do Congresso, Renan Calheiros (PMDB-AL), autorizou o Senado a abrir comissão especial para levantar todas as obras com recursos federais inacabadas no País. Uma vez apresentadas ao Planalto, serão retomadas. A prioridade será para infraestrutura. Temer quer uma bandeira para seu Governo. A ideia é mostrar que há recursos, faltava gestão e pulso firme. Estão descartadas as obras suspeitas de corrupção listadas pelo TCU.

Requisitos
A meta é retomar pequenos e médios projetos que pararam por causa de falha técnica, corte de repasses ou abandono de empreiteiras – são muitas.

Pé na estrada
Renan Calheiros vai anunciar a comissão a partir de hoje. Os partidos vão escolher os integrantes e haverá, claro, excursões Brasil adentro para relatórios.

Força-tarefa
Não se descarta a entrada de técnicos dos ministérios e do TCU. Estima-se o prazo da lista para dentro de três meses. Cada ministério também apresentará a sua lista.

Amigos, amigos..
Temer e Renan tiveram uma conversa amena e afinaram o discurso na segunda-feira, no Palácio, após a reunião com os governadores.

Demissão ao vivo
O substituto de Cláudio Lessa, que voltou de férias ontem, será anunciado hoje pelo presidente da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA). O deputado decidiu demitir o diretor da TV Câmara após receber dezenas de telefonemas de deputados, principalmente da oposição, por causa da transmissão ao vivo da coletiva do afastado Eduardo Cunha.

‘Parecer técnico’
A justificativa para a demissão passou pelo discurso técnico-político. Afastado pelo STF, Eduardo Cunha não é deputado em exercício, então não merecia a transmissão.

Teto de gastos
Renan Calheiros reúne a base governista para jantar com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, na próxima terça na residência oficial.

CNJ pega fogo
Segue concorrida a disputa nos bastidores pela vaga no Conselho Nacional de Justiça deixada por Fabiano Silveira (que saiu para assumir o Ministério da Transparência e pediu demissão). Até a ministra Cármen Lúcia, do STF, sondou sobre os trâmites.

‘Estrangeiro’
A vaga no Conselho é do Senado, mas a disputa extrapola os gabinetes. Apadrinhado pelo renomado advogado Sério Bermudes, Henrique Ávila (graduado em direito há 10 anos), promove beija-mão em gabinetes do Congresso, mas é considerado nome de pouca experiência. Bermudes é amigo de ministros do STF.

De Casa
Há grande chance de o engenheiro elétrico Mário Pereira ser nomeado o presidente da usina Itaipu. É do setor, já operou estatais e mora na região. São os pontos positivos avaliados pelo Planalto. É apadrinhado pelo deputado Alfredo Kaefer (PSDB-PR).

Na área
Há um esforço descomunal dos aliados de Dilma Rousseff para pressionar o senador Romário (PSB) a se licenciar do Senado diante da sua pré-candidatura à Prefeitura do Rio, a exemplo do que fez o senador Crivella (PRB), com quem vai disputar o cargo.

No pênalti
O motivo é voto: o suplente de Romário é o comunista João Batista Lemos, ligado a Jandira Feghali e que vota em Dilma. A presidente afastada reverte, assim, um dos dois votos que precisa no plenário do Senado para voltar ao cargo.

Preliminares
O deputado dilmista Silvio Costa (PTdoB-PE) desconversa sobre recente almoço com o senador Romário, mas revela com ponta de sorriso: “Estamos trabalhando”.

Fuga da cena
Pela má gestão, os hospitais do Rio há anos se tornaram um lugar para morrer, não de salvar vidas. No caso do traficante resgatado no Souza Aguiar, o mistério não respondido pela PM até agora é onde estavam os soldados que deveriam vigiar o local.

Reino animal
Quem foi a anta que autorizou a besta a expor uma onça pintada no evento da Tocha Olímpica em Manaus, para depois ser abatida por uma mula armada?
TAGS