PUBLICIDADE
Notícias

Planalto quer pauta casada na Câmara

12:00 | 21/06/2016
A ordem do presidente Michel Temer para os ministros Geddel Lima (Governo) e Eliseu Padilha (Casa Civil) e para o líder do Governo na Câmara, André Moura (PSC-SE), é fazer a pauta da Casa andar, independentemente das turbulências e da cassação de Eduardo Cunha, que dão como favas contadas. O bordão da vez na liderança do Governo é “pauta casada” – misto de demandas do Palácio e dos partidos.

Filtro
Moura pediu aos líderes da base e oposição que apresentem suas listas, e três projetos de cada um serão escolhidos para nova filtragem na reunião de líderes.

Euuu!?
Para prestigiá-lo, o Planalto quer dar ao deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS) a relatoria da PEC do teto dos custos. Ele é dos poucos sem vitrine na nova gestão.

Te cuida, Maranhão
Está irritando os parlamentares da base a ansiedade de Waldir Maranhão em agradar aos colegas de vários partidos, aprovando viagens sucessivas ao exterior para ‘missão’.

Briga no Turismo
Há um esforço de parte do trade turístico nacional para fazer de Vinícius Lummertz o novo ministro do Turismo. Ele era o apadrinhado de Henrique Alves para a presidência da Embratur, e ganhou carta de apoio de 14 entidades para assumir o ministério. Mas essa tentativa barra numa frente do Rio para fazer um carioca o titular da pasta.

Rachou
Em suma, o cargo virou alvo da disputa entre as bacandas sulistas (por Lummertz) e do Sudeste, por um nome do Rio, por causa dos Jogos 2016.

Patotinha de olho
O líder André Moura diz que a prioridade agora na Câmara é a lei de governança dos fundos de pensão. Após o vexame da mudança no texto sobre a gestão das empresas, com porta aberta para políticos sem mandato, a atenção foi redobrada.


O elo
O baiano Geddel Lima está no fio da navalha. Trechos da delação de Fábio Cleto, ex-vice da Caixa, revelariam suspeitas de digitais do ministro no esquema de sangria de recursos que levou o ex-deputado André Vargas (ex-PT) para a cadeia.

Chutômetro
De um vidente, a um deputado (ambos não querem se identificar): Dilma Rousseff não volta ao cargo, mas Michel Temer cai e haverá eleições indiretas em janeiro de 2017.

Ao espião..
Quem adora dar uma de 007 ou sonhava ser um espião, essa notícia oficial da PF vai agradar. A Corporação soltou a lista dos 10 estrangeiros mais procurados pela PF e Interpol no Brasil. Você pode mandar informações para o whatsapp (61) 992628532.

.. e ao fiscal
Já o TCU lançou o app #EuFiscalizo, para smartphones e tablets, com o qual o cidadão poderá enviar informações, fotos e vídeos para ajudar o tribunal a fiscalizar as obras públicas. Baixe no www.tcu.gov.br/app

Diplomatas x Temer
O PT não dá trégua a Michel Temer. A ala bolivariana do Itamaraty foi escalada para elevar o tom de críticas ao Governo. O embaixador Samuel Pinheiro diz que a proposta de limitar os gastos públicos vai aumentar o desemprego; e Celso Amorim, ex-ministro das Relações Exteriores, taxa de retrocesso a política externa do peemedebista.

Rebelião acadêmica
Reitores da tese do ‘golpe’ alinhados ao PT preparam manifesto para pedir a saída do ministro da Educação, Mendonça Filho. Além de apontá-lo como “analfabeto político”, educadores frisam que a acusação de recebimento de propina o descredencia.

Quarto Elemento
Na Esplanada, Mendonça Filho, do MEC, já é chamado de “O quarto”. Já caíram três ministros acusados de maracutaias.
TAGS