PUBLICIDADE
Notícias

Temer reativará o GSI

12:00 | 06/05/2016
O futuro presidente da República, Michel Temer, iniciou articulações para reativar o importante Gabinete de Segurança Institucional, aniquilado pela presidente Dilma Rousseff. Temer vai se reaproximar dos militares e o nome cotado para o comando é do general Sérgio Westphalen Etchegoyen, chefe do Estado Maior do Exército, segundo na hierarquia. Temer estuda reinstalar os militares no Planalto após Dilma se distanciar das Forças Armadas, com a instalação da Comissão da Verdade.

Perfil
Estudioso e bilíngüe, o general Etchegoyen é respeitado no Legislativo e Executivo e tido como militar de perfil democrático – respeita a separação dos Poderes.

Radar ligado
Não houve convite oficial nem sondagens de ambas as partes, mas o general é o nome que circula no staff de Temer. Ele pode ser o responsável por um Gabinete de Crise.

Jobim, o retorno
O nome de Nelson Jobim terá espaço na Esplanada, num ministério de Temer. Jobim topa, mas não houve conversa ainda com o vice. Pode ser Justiça ou Defesa.

Meirelles animado
Num café reservado com seleto grupo de empresários em São Paulo na quarta-feira, o futuro ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, se mostrou muito animado. Revelou que terá carta branca no Governo. Leia-se BC, Fazenda, Receita, CARF, CADE e bancos oficiais – Caixa e BB.

Perigo judicial
A inédita decisão monocrática do ministro do STF Teori Zavascki é precedente perigoso. Teori foi salvo pelo plenário à tarde, mas agora qualquer mandatário eleito poderá ser afastado do cargo por decisão liminar da Corte. Não há igual no mundo.

Golpe no plenário
Após a decisão liminar do ministro Teori ontem de manhã, houve sessão ilegal no plenário da Câmara dos Deputados. Sem quorum, a deputada Luiza Erundina ‘presidia’. Da tribuna, o petista Henrique Fontana gritava em comemoração. Ambos sem som.

Reclusão
Os principais diretores da Caixa cancelaram suas agendas nesta quinta-feira. O núcleo duro do banco ficou reunido durante todo o dia.

Veneno de ex
Um dos maiores empresários do Brasil rompeu a amizade com o ex-presidente Lula. Aliás, suspeita vê-lo preso antes de 2018.

Solidariedade (de fato)
Confederações patronais veem com bons olhos o deputado Laércio Oliveira (SD-SE) como cotado para o Ministério do Trabalho, que deve ficar com o Solidariedade de Paulinho da Força (SP). O partido também pleiteia o Desenvolvimento Agrário.

Fu$ão
Os arquitetos do Governo Temer rascunham a fusão do Desenvolvimento Social e do Desenvolvimento Agrário. As pastas dividem mesmas ações, como o Programa de Aquisição de Alimentos, o que facilita a formação de um superministério social.

Te pego lá fora
O senador Paulo Paim (PT-RS) classifica como “derrocada” o iminente desfecho do Governo Dilma e da gestão de 13 anos no PT. Não esconde o rancor “lamentável” de quadros do PMDB, em especial do senador Romero Jucá, ex-líder de Lula e Dilma.

Liberou geral
O trânsito livre de um empresário no gabinete do ministro do Turismo tem incomodado muito os funcionários da pasta. As negociações pessoais rolam escancaradas.

Calma, doutor
Até ontem, antes da decisão sobre Cunha, o sociólogo ídolo da esquerda Emir Sader acusava o STF de “omisso, corrupto e hipócrita”.

Ponto Final
“Quando se tem esse tipo de movimento de rua, é preciso ouvir e dialogar muito, ter humildade, e isso nós temos”

Do vice-presidente Michel Temer, ao comentar as manifestações de 2013, provavelmente já insinuando ‘humildade’ do PMDB, não de Dilma.

Com Walmor Parente e Equipe DF, SP e Nordeste
TAGS