PUBLICIDADE
Notícias

Dilma bateu telefone na cara de chanceler

12:00 | 03/02/2016
Repercute muito mal ainda hoje entre grãos diplomatas, e tratada a sete chaves, a atitude intempestiva da presidente Dilma Rousseff com o chanceler Mauro Vieira. Há poucos meses ela deixou o chefe do Itamaraty falando sozinho ao telefone. O ministro telefonara para explicar a importância de ela conceder o agreement ao embaixador da Indonésia em Brasília, Toto Riyanto. Dilma ouviu calada por mais de dez minutos as explanações cautelosas do chanceler e, ao fim, soltou: “Já terminou, Mauro?”. “Sim, presidenta”, respondeu. E ela concluiu com palavras impublicáveis, batendo o telefone.

Ela não aceitou

O embaixador Riyanto ficou na geladeira do Planalto por causa da execução dos traficantes brasileiros Ricardo Gularte e Marco Arche, pelo governo indonésio.

Enfim, referendado

Só no dia 4 de novembro passado, dias após o polêmico telefonema, a presidente concedeu o agreement ao indonésio, junto a outros 21 embaixadores em Brasília.

Mico diplomático

Sem conhecer o jeito Dilma de ser, o indicado para a embaixada de Israel, Dani Dayan, comemorou na internet sua escolha. Esqueceu que dependia dela, que o negou.

Bye, Bye Brasil

De saída do Governo, conforme antecipado pela Coluna dia 10 de janeiro, o ministro-chefe da Advocacia Geral da União, Luís Inácio Adams, apareceu de chapéu Panamá no Congresso Nacional. Uns citaram a calvície como justificativa e, outros, a provocação a colegas que ficam com a crise. Alegre e conversador, Adams já parecia estar de férias.

Protesto premeditado

Foi premeditado o protesto da professora Kelly Cristina, que abriu faixa com a frase “Impeachment Já!” em frente à presidente Dilma na Câmara. Cercada por seguranças, ela correu e se protegeu na sala da.. liderança do DEM, onde a faixa estava escondida.

CNI de fora

A presidente Dilma citou na mensagem ao Congresso a parceria com o Sistema S, que propôs abrir mão de fatia bilionária de repasse ao Sesi, Senai, Sesc e Sebrae para reforçar programas do Governo. Mas a CNI, principal entidade, vai pular fora.

Os aliviados

Um deputado arrancou gargalhadas do AGU Adams e do ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, na cerimônia do Congresso, ao soltar “Vocês não estão na Lava Jato, né!?”

Pré-Maratona

O ministro do Esporte, George Hilton, faz tour por capitais do Norte até a sexta-feira para acompanhar preparativos da passagem da tocha olímpica.

Rainha dos jogos

Enquanto aqui a presidente Dilma toma gosto e começa a agradar o setor, a democrata Hillary Clinton é a preferida dos donos de cassinos nos EUA. Foi a melhor avaliada entre pré-candidatos, pela American Gaming Association, que entrevistou cada um sobre propostas para o setor. Deu no Boletim de Notícias Lotéricas.

Florence floresce

O PT está mais otimista com o novo líder, o baiano e ex-ministro Afonso Florence, que assume hoje. Ele tem excelente interlocução com o chefe da Casa Civil, o conterrâneo Jaques Wagner, e a bancada acredita que terá maior acesso ao Planalto.

Ponte para Dilma

O petistas estimam também que Florence terá (literalmente) voz mais ativa na tribuna, ao contrário do ex-líder Sibá Machado, alvo de sarcasmo e discriminação por seus pares. Florence foi elogiado até pelo opositor Pauderney Avelino (DEM-AM).

Sem holofotes
O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), não cumprimentou a presidente Dilma e jura não ter engrossado o coro de vaias ao discurso da petista. Para o tucano, a presença da petista no Congresso não passou de “orientação marketeira”.
Começou a disputa

A Polícia de Anápolis investiga o sequestro, cárcere privado e ameaças de morte a um assessor do ex-prefeito Ernani de Paula, que pretende disputar a prefeitura. Ernani (PROS) foi bem avaliado prefeito nos anos 90, mas cassado numa jogada política.

Crime na Esplanada

Na invasão de ontem, por horas os sem-teto não deixaram subir os funcionários dos ministérios do Esporte e Desenvolvimento Agrário. Gavetas foram reviradas.

Ponto Final

Nesse ritmo no mercado, em pouco tempo a Petrobras terá de perfurar um poço para encontrar o valor de suas ações.


Com Equipe DF, SP e Nordeste
TAGS