PUBLICIDADE
Notícias

Temer na linha

12:00 | 13/01/2016
Michel Temer tem buscado apoio diariamente, pessoalmente ou por telefone, para se manter no comando do PMDB. O vice-presidente da República angariou apoios internos contra o grupo político de Renan Calheiros. O mais recente foi Antonio Neto, presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros e peemedebista fundador, que avisou numa ligação que está com o vice e não abre. A convenção do partido será realizada em Brasília, em março. A formação da cúpula indicará como o PMDB se comportará nas coligações este ano e, em especial, moldará o caminho da legenda em 2018.

Caixa recomposto

Depois de inflamar o embate entre a Polícia Federal e José Eduardo Cardozo, o Governo recuou e anunciou que vai repor os R$ 151 milhões no Orçamento da PF.

Deixa eu ir..

Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo pediu novamente à presidente Dilma para deixar o cargo. Renomado constitucionalista, quer entrar em período sabático.

Sem recesso

A despeito do recesso, policiais responsáveis pela segurança noturna da área externa do Congresso Nacional ouviram bronca de seus superiores. Houve tentativa de invasão.

Corrupção agradece

Enquanto a CPI que investigava falcatruas no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF) encerrou os trabalhos com um relatório pífio – sem o pedido de indiciamento de políticos, apesar de fortes indícios – novas denúncias surgem e atestam a leniência e falta de empenho nas investigações dos congressistas.

Fator APS

APS, como é tratado por políticos o lobista Alexandre Paes dos Santos, preso na Operação Zelotes-Carf, confirmou à Justiça que dois escritórios de advocacia foram contratados para fazer lobby pela aprovação de uma Medida Provisória no Governo Lula. APS diz que sua atividade é “estigmatizada”.

Camaradagem

Os ex-ministros Gilberto Carvalho e Erenice Guerra, e Luís Cláudio, filho do ex-presidente Lula, foram poupados no relatório da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB).
À época líder do Governo no Senado e apesar de não ser integrante da CPI, o senador Delcídio do Amaral, hoje preso, ajudou a derrubar a convocação de Lulinha 2.

Prova dos nove

A Associação dos Delegados da Polícia Federal encomendou estudo para mensurar a queda no orçamento destinado à PF entre 2003 e 2015. Em dois meses saem as estatísticas que levaram a corporação a trabalhar na zona vermelha nos últimos anos.

Queda vertiginosa

A pesquisa será realizada pela Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia, vinculada à USP. De acordo com avaliação prévia da ADPF, o início da queda vertiginosa no orçamento começou em 2010.

Show do Milhão

Mais de 1 milhão de pessoas aderiram ao manifesto da Fiesp batizado de “Não Vou Pagar o Pato”. “A sociedade já teve uma vitória: o Governo federal ainda não conseguiu colocar estes temas em votação. Mas a ameaça permanece e, por isso, vamos continuar pressionando em 2016”, resume a entidade, sobre a recriação da CPMF.

Mais cinco

Estão na mesa do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), mais cinco pedidos de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. No total, foram apresentados, em 2015, 37 pedidos de impeachment. A denúncia das “pedaladas fiscais” foi a única recebida; outras 31 arquivadas.

Ponto Final

“O eleitor deveria escolher seu candidato como escolhe esposa ou esposo – com a mesma proposta de vida e coerência”

Do presidente da OAB, Marcus Vinícius Furtado Coêlho, em citação livre do ex-governador de São Paulo, Mário Covas.

Com Equipe DF, SP e Nordeste
TAGS