PUBLICIDADE
Notícias

Lula em campanha

12:00 | 24/10/2015
NULL
NULL
Pré-candidato à Presidência da República em 2018, assistindo de camarote à derrocada do Governo da aliada Dilma Rousseff, Luiz Inácio Lula da Silva não quer perder tempo nem esperar o calendário eleitoral. Decidiu parar as palestras que faz mundo afora e vai se dedicar a visitar bases eleitorais, governadores e prefeitos aliados. Nas passagens nas capitais, quer fazer uma agenda extra com jovens universitários. Lula ficou fascinado com o carisma do uruguaio Pepe Mujica, que levou 5 mil à UERJ há dois meses.

Roteiro
Lula quer minar a resistência da turma jovem ao PT. Tem pesquisas que indicam a baixa do partido entre os estudantes. Até dezembro o ex-presidente deve visitar seis Estados.

Pausa na parceria
Um atento empresário lembrou: repare que desde que começou a Lava Jato cessaram as palestras milionárias de Lula, pagas por empreiteiras enroladas na operação.

Bancada de plantão
Lula está atento à PEC protocolada na Câmara pela filha de Roberto Jefferson, a deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), que proíbe nova candidatura de ex-presidentes.

Saiu no lucro
Henrique Pizzolato saiu no lucro entrando no Presídio da Papuda. Ficará na Ala dos Vulneráveis, com celas novas, presentão construído pelo ex-governador petista Agnelo Queiroz para os amigos mensaleiros. Terá quatro refeições por dia – com essa crise, aqui fora e sem trabalho, não comeria tanto. Na Itália, engordou 20 quilos.

Faltou o camburão
Financiador do Mensalão e condenado a 12 anos de cadeia, Henrique Pizzolato chegou de jatinho da PF a Brasília. É sensato que a PGR exija dele o ressarcimento dos custos. O bandido deveria ser transportado de camburão, sacudindo na traseira e algemado.

Fé nas ondas
Maior rede do mundo e presente em mais de 100 países, a Rádio Maria, com sede em Milão, procura emissora para comprar no Distrito Federal. A empresa reúne os dirigentes com o Papa Francisco semana que vem.

Braziiilll!
Leonardo Picciani, o líder do PMDB, foi convidado pela direção da Harvard University para palestrar sobre reforma política no Brasil a alunos e professores, em novembro.

[FOTO1]Cadê o jatinho?
Fábio Luís, o Lulinha, primogênito, não tem as regalias do pai que só viaja de jatinho. Foi visto na quinta em voo da Gol de SP para Brasília. Foto recebida pela Coluna.

2016 começou
Bateu o desespero no PMDB do Rio com vazamento de B.O., coisa de adversário, em que o pré-candidato de Eduardo Paes à sucessão, o secretário Pedro Paulo, é agressor da esposa. A operação abafa começou. Ela já foi convencida a negar – ou explicar melhor.

Precedente
A estratégia do ‘não foi bem assim’ é a ideal para livrar Pedro Paulo das feministas de plantão. É a mesma utilizada por Joaquim Barbosa quando candidato ao STF. Ele era alvo da ex-mulher sobre agressão, mas Barbosa a convenceu a explicar melhor o caso: fora apenas um empurrão para sair do carro num episódio de ‘cabeça quente’.

Máscara hermana
Cai aos poucos a mascada da ditadura civil disfarçada de democracia popular na Venezuela. A Sociedade Interamericana de Imprensa alerta jornalistas brasileiros e de todo o mundo a não pisar no país. O silêncio do Itamaraty Hermano é ensurdecedor.

Paranoia
Nicolás Maduro é demasiado demente a ponto de bancar um sósia para andar com guardas. Acha sempre que será morto pela CIA.

Ponto Final
Um renomado consultor de mercado lançou sob o pseudônimo Homero um sarcástico livro sobre mitologia e a Era PT no Governo. Teme represálias. A obra é ‘Mitologia Política Brasileira – a Libertação’ (Ed. Centauro Quiron).

Com Equipe DF, SP e Nordeste
TAGS