PUBLICIDADE
Notícias

Temer e Padilha seguram a barra para Dilma

12:00 | 20/05/2015

O vice-presidente Michel Temer e o ministro da Aviação Civil (SAC), Eliseu Padilha, formam a poderosa dupla do momento e têm segurado a barra para a presidente Dilma na cambaleante relação entre o Planalto e o Legislativo. Temer recebe deputados e senadores no seu gabinete, e tem delegado outras visitas a Padilha, que alterna a agenda entre a SAC e um gabinete no Palácio. O vice foi fundamental na vitória (apertada) do Governo nas MPs 664 e 665 na Câmara, por fidelidade corporativa dos deputados a ele.


Lotada
Ontem as salas estavam lotadas de parlamentares com os pires nas mãos. Temer tem assinado as faturas para Dilma, que promete entregá-las.


Limpa..
O presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, fará enxugamento na petroleira. A começar pela Comunicação em todas as unidades. Só ficará metade dos funcionários.


..no barril
Acredite. A Petrobras e subsidiárias mantêm 1.170 terceirizados no RP, institucional, jornalismo e publicidade. É só o começo. Outros setores não escaparão.


Apetite chinês
Uma prova de como os chineses desembarcaram com apetite em Brasília. Além do gigante Boeing 747-81, que trouxe o primeiro-ministro Li Keqiang e a comitiva do Governo, mais quatro jatinhos estão hangarados nos pátios do Aeroporto JK: três Gulfstream e um Challenger, que trouxeram os empresários bilionários.


Brasil on sale
Fora o oba-oba que o Governo passa para a mídia sobre a visita da comissão chinesa e os prometidos US$ 53 bilhões de investimentos, o que os chineses dizem é bem diferente: que o Brasil está em liquidação e a hora de comprar barato é esta!


Ajuste fiscal é isso aí!
Olha a economia que o Senado arrumou para o Itamaraty, ao recusar ontem (por um voto de vantagem) a recondução do embaixador Guilherme Patriota para a OEA em Nova York: o governo paga R$ 53 mil de aluguel por mês num apartamento para ele.

Volta pra casa
Guilherme é irmão do ex-chanceler Antonio Patriota, que... foi morar em NY, vizinho ao irmão e de quem era chefe, pelo Itamaraty, após demitido por Dilma.


Sessão fantasma
A CCJ da Câmara corre risco de entrar para o Guinness amanhã. Nenhum dos oito convidados para debater PL sobre direitos do consumidor confirmou presença.


Efeito Bengala
Embasado na promulgação da PEC da Bengala no Congresso Nacional, o deputado distrital Rodrigo Delmasso (PTN), do DF, apresentou o PLC 9, que avança na Câmara Legislativa, para passar a aposentadoria dos conselheiros do TCDF para 75 anos.


Zona de perigo
Cansado com os numerosos assaltos no local (inclusive de dia), ponto turístico muito visitado, um cidadão fixou adesivo na placa que indica a Quadra 307 Sul, em Brasília, a que abriga a famosa Igrejinha: ‘Cuidado – Área abandonada pela segurança pública’.


Um dia lá atrás..
.. Walter Feldman, ex-deputado e hoje cartola da CBF, disse numa entrevista à TV Veja que ‘Dilma é um equívoco histórico brasileiro’. Mas agora agradece muito a edição da MP da renegociação da dívida bilionária dos Clubes, que dá sobrevida ao ‘Brasileirão’.


Indireta para Moro
Em debate em SP, o ministro aposentado do STJ Gilson Dipp, mandou indireta para o juiz federal Sérgio Moro, que coordena a Lava Jato: ‘delação premiada acertada com o delator em prisão preventiva não está preenchendo os requisitos da voluntariedade’.


Memória
Idealizador das varas especializadas em lavagem de dinheiro, Dipp foi autor de um parecer a pedido do escritório que defende executivos da Galvão Engenharia.


Devagar, crescendo
Wadih Damous, ex-presidente da OAB Rio que assumiu vaga de deputado federal, é candidatíssimo à presidente do Conselho Federal da Ordem. Elogiou o atual presidente


Lançamento
O professor Maurício Lara lança hoje à noite em Brasília o livro Rua dos Expedicionários, 14 (Ed. Ramalhete), no Bar Brasília da 506 sul.

Ponto Final
‘Em todo lugar da China pode se sentir o aroma do café brasileiro’
Li Keqiang, primeiro-ministro do Conselho de Estado da China

Com Equipe DF, SP e Nordeste

TAGS