PUBLICIDADE
Notícias

Vaccari: Empreiteiros "não aguentaram e entregaram tudo!"

12:00 | 05/12/2014

Num cantinho à meia luz do bar vazio do Meliá Hotel em Brasília, o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, recebeu na terça-feira um lobista e ambos desandaram a reclamar da presidente Dilma e do momento vivido pelo partido. Vaccari, supostamente citado na delação premiada do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, desancou em especial os executivos envolvidos no ‘Petrolão’: ‘Não aguentaram nenhuma pressãozinha e já entregaram tudo!’, desabafou o petista para o interlocutor, sobre a prisão dos empreiteiros na recente fase da Operação Lava Jato.


#TamoJunto..
No encontro, Vaccari citou para o lobista andamento de obras no Nordeste, e ouvia dele: ‘conosco não é assim, e pode contar conosco sempre. Do que você precisar’.


.. #TamoFu
O lobista ainda emendou com um cenário sombrio para o tesoureiro do PT: ‘E prepare-se para dias mais difíceis do que já passamos até agora’.


Desceu ardendo
O serviço secreto da Coluna ainda constatou que nem o uísque que Vaccari tomava o acalmou na reunião de bar com o lobista.


Sem sono
A maioria dos empreiteiros presos, acostumados a camas Queen Size e travesseiros de plumas de gansos, na agrura da cadeia decidiu pela delação a mofar na cela.


Apagando o mico
Após o mico de dizer que deixaria o Brasil se Dilma vencesse, o cantor Lobão agora é militante da oposição, porque vai ficar. Apareceu em Brasília por conta própria no protesto contra o projeto de lei da manobra fiscal da presidente. Disse à Coluna que se precisasse, acamparia no Salão Verde, mas se a turma toda dele ficasse. Sumiram todos.


Polêmica bandeira
A ministra Ideli Salvatti, dos Direitos Humanos, posou com bandeira nacional estilizada no Fórum Mundial de Direitos Humanos no Marrocos, e dividiu opiniões. Metade da bandeira é a que conhecemos e a outra tinha as cores do arco-íris dos movimentos GLBT. Alguns cidadãos presentes acharam desrespeito, outros, apelo necessário.


Força do dragão
Em apenas um mês, as duas loterias oficiais da China arrecadaram US$ 5,34 bilhões – já são US$ 50,7 bilhões desde janeiro, conferiu o Boletim de Notícias Lotéricas. Em 2013, a Caixa, com todas as loterias, chegou perto de US$ 4 bilhões.


Ex-presidente pode
Após o susto do carro sacudido por manifestantes na Chapelaria do Congresso, o senador Sarney ficou no plenário cercado de assessores e dois seguranças da Casa.


Sem trato!
Para os que propalavam acordo de bastidores entre o governador eleito Flávio Dino (PCdoB) e a atual, Roseana Sarney (PMDB), a renúncia dela ontem é prova de que o cenário começa a mudar, para valer, no Maranhão. Não vai sobrar pedra sobre pedra.


Só lembrando
Roseana perde o foro privilegiado daqui um mês. De repente articula viagem de quatro meses para o exterior. As investigações da Lava Jato chegaram a São Luís, com assessor do governo flagrado com o doleiro Alberto Youssef. Mas é só uma lembrança.


Conexão Lisboa-Brasil
A prisão do ex-primeiro ministro de Portugal Antonio Socrates por corrupção pode chegar a nomes brasileiros. Ele estaria envolvido em propina de uma grande multinacional lusa com investimentos no Brasil.


Oca de luxo
A nova e luxuosa sede da FUNAI passa longe das humildes ocas das etnias que defende. É edifício inteiro de 14 andares, novo e envidraçado, no setor de Autarquias Sul. Por um igual, o vizinho Ministério da Pesca paga R$ 500 mil por mês de aluguel.


Corra, Jucá, Corra!
Nos últimos dois dias, índios queriam entrar no Congresso Nacional para pegar de pau o senador Romero Jucá (PMDB-RR), não protestar por demarcação de terras.


Memória
Jucá foi presidente da FUNAI, muitos anos atrás, e a turma do cachimbo não o esquece. Muita gente o acusa de grilagens de terras em Roraima. Mas não há provas até hoje.


Ponto Final
Atentem para esse bloco de Carnaval 2015: Roseana, Sérgio Cabral e foliões do PP, PMDB e PT desfilando de uniforme.


Com Maurício Nogueira e equipe DF, SP e Nordeste

TAGS