PUBLICIDADE
Notícias

Avaliação de chefe intimida servidores de ministério

12:08 | 02/11/2014
A Portaria nº 521, de 27 de dezembro de 2012, estabelece critérios e procedimentos de avaliação para servidores e seus chefes em cada setor do Ministério das Comunicações. Louvável, em especial por se tratar de um órgão público, não fosse o fato que tem incomodado bastante os funcionários e conota assédio moral: cada servidor que avalia seu superior no cargo deve dar uma nota e é obrigado a assinar o formulário. Desde 2013, o processo ocorreu por duas vezes na pasta e intimida os funcionários de vários departamentos. Com receio de serem retaliados, avaliam bem, muito bem, seus chefes.

Apadrinhados
A avaliação é específica para chefes que ocupam cargos de Gratificação de Desempenho de Atividade de Cargos Específicos (GDACE), os indicados políticos.

‘Ciclos’..
Segundo o Ministério, foram realizados ‘dois ciclos de avaliação, sendo o primeiro de 1/01/2013 a 31/08/2013 e o segundo de 01/09/2013 a 31/08/2014.

Tudo de bom!
Os servidores – que também se autoavaliam – têm de dar aos chefes nota de 1 a 5, para conceitos ótimo, bom, regular, insatisfatório, ruim. As notas, claro, vão de bom a ótimo.

Temor
Haverá nova avaliação em janeiro. Cerca de 50 servidores da pasta fazem as avaliações dos chefes. O ministério não informou quantos são os superiores e suas notas.

Direitos..
O PL 3712/2008, do ex-deputado Maurício Rands (PT-PE), altera a Lei 9.250/95, a favor dos casais homoafetivos: ‘inclui na situação jurídica de dependente, para fins tributários, o companheiro homossexual do contribuinte do IR’. Seria um avanço nos direitos civis, não fosse o fato de o relatório ter ido para a gaveta.

..engavetados
Desde 2011 a relatoria estava com o deputado federal Claudio Puty (PT-PA), um dos melhores quadros petistas no Congresso (o deputado é doutor em economia graduado no Japão). Mas Puty devolveu à comissão sem manifestação. Agora será uma corrida contra o tempo para designar novo relator, já que Puty perdeu a reeleição.

Liga..
Há dois meses a presidente Dilma estrelou a cerimônia de inauguração da primeira das turbinas da hidroelétrica de Belo Monte (PA). Só jogo de cena. Assim que os jornalistas deram as costas, a turbina foi desligada.

..desliga
A turbina só deverá estar pronta para entrar em funcionamento em dezembro de 2015. Na melhor das hipóteses. Ontem, a Coluna denunciou o atraso nas linhas de transmissão.

Era uma vez
Em tempo, quem amargou nova derrota foi a ex-governadora do Pará Ana Júlia Carepa (PT). Com pouco mais de 50 mil votos, ficará em casa. E perdeu pontos no PT nacional.

Ruim, só aqui
A economia está ruim para os brasileiros aqui. Muitos compatriotas nossos estão voando para St. Martin, no Caribe, para jogar nos 14 cassinos do País. Foram 2 mil brasileiros em 2013, e 7 mil este ano, revelou o Boletim de Notícias Lotéricas.

PSB sem memória
Além dos deputados eleitos terem debandado da campanha de Aécio Neves em Pernambuco, a imagem de Eduardo Campos foi literalmente retirada do segundo turno e freou a campanha de Aécio no Estado.

Ou seja
O PSB local entregou a liderança aos cristãos-novos, Paulo Câmara (governador eleito) e Geraldo Julio (prefeito do Recife). Eles usaram a imagem de Campos com sucesso no 1º turno, mas não ligaram o saudoso governador à aliança com tucano. Aécio dançou.

Cadê ele?
Assessor especial do Planalto desde o primeiro ano do governo Lula, Marco Aurélio Garcia sobrevive no governo Dilma quieto em sua sala. Mas não foge às críticas dos diplomatas do Itamaraty. Considerado o mais bolivariano do governo, a turma do MRE acha que a presidente deveria logo nomeá-lo chanceler.

É fato
Com tanto dinheiro do governo brasileiro investido na Venezuela, Cuba e Bolívia, Marco Aurélio, obviamente, teria serviço de sobra.

Sem respostas
Pai do jovem Arlan, sequestrado por milícia no Paraguai, o fazendeiro Alcido voltou à Embaixada do Brasil em Assunção para reclamar do descaso e pedir respostas e ajuda.

Ponto Final
Faltam duas semanas para o Congresso se esvaziar novamente. E você paga a conta.
TAGS