PUBLICIDADE
Notícias

O recado imediato do PMDB

12:00 | 29/10/2014

A presidente Dilma já esperava, mas não tão rápido, a ‘faca no pescoço’ na mão do PMDB contra ela, pelo apoio à reeleição. Mal a Câmara voltou aos trabalhos ontem e o presidente Henrique Alves (PMDB-RN) já mandou o recado: incluiu como os dois primeiros itens da pauta o pedido de revogação do polêmico Decreto Presidencial 1491, que cria os conselhos populares de apoio à Presidência (a Política Nacional de Participação Social), e a PEC 358, do Orçamento Impositivo – promessa para a Casa.

 

Magoou
Ex-favorito, Henrique Alves está amargurado com a derrota para o governo do RN, principalmente porque Lula pediu votos para o adversário eleito Robinson Faria (PSD).

 

Briga quente
A batalha no plenário era quente no início da noite. O PT acionou os governistas e o plano era derrubar a sessão. Até o fechamento da Coluna a pauta estava obstruída.

 

Guenta, coração
Roberto Kalil, o médico cardiologista da presidente Dilma, marcou presença no Palácio da Alvorada no domingo à noite, para a festa da vitória.

 

Toffoli na mira
Um movimento ‘Fora, Dilma!’ iniciado nas redes sociais promete que a porta do TSE amanhecerá hoje com faixas contra o resultado da eleição. O grupo ainda questiona o perfil do ministro presidente do TSE, José Antonio Dias Toffoli. Ele foi advogado do PT e indicado por Lula para o STF. E não fez o tradicional teste de segurança das urnas.

 

Polêmica dos BUs
Desde domingo à noite, pipocam na internet cópias de Boletins de Urnas (BU) nos quais a presidente Dilma aparece com supostos votos computados antes das 7h. Mas nenhum dos BUs têm registro de horário de impressão para comprovar a suposta fraude.

 

Campanha antecipada
Os Boletins de Urnas são impressos por mesários nas seções, por regra, após às 17h, findo o horário do pleito, e são afixados nas portas das mesmas. Antes da eleição, campanha de ONG nas redes sociais alertou os eleitores para tirarem fotos dos boletins.

Tão perto..
Miami, reduto de brasileiros endinheirados – ou a ‘cidade brasileira’ mais distante do País – deu a maior votação para Aécio Neves (PSDB) no exterior.

 

Ainda é cedo
Caciques do Rio vislumbram possível dobradinha Aécio-Eduardo Paes, o prefeito, numa chapa em 2018. Há dois anos o tucano trabalha para o PMDB entrar na coalizão.

 

Ainda é cedo 2
Cresceu entre tucanos a cotação de Ronaldo Caiado (DEM) como um potencial futuro vice para Aécio Neves, se candidato em 2018. Tucanos dizem que faltou a Aécio a ‘pegada’ direitista do senador eleito por Goiás.

 

Novela boliviana
O Conare – Comitê Nacional para os Refugiados marcou para dia 6 de novembro entrevista com o senador Roger Molina, da Bolívia, que fugiu para o Brasil ameaçado. Há mais de ano ele pede refúgio e a entrevista é a etapa essencial para o benefício.

 

Na telinha
Molina teve ajuda do diplomata Eduardo Saboya, que trabalhava na Embaixada em La Paz e de lá tirou o senador após quase 18 meses de refúgio local. A saga acaba de virar documentário do cineasta Dado Galvão, divulgada no Youtube.

 

Pizzolato
É uma derrota para o Brasil a Itália negar a extradição de Henrique Pizzolato. Mas o PT comemora como uma vitória. Para o partido. Petistas acreditam que seria um estrago para início de novo governo o ex-diretor do BB, um dos controladores do mensalão, depondo na CPI e na capa de jornais todos os dias.

 

Leitura obrigatória
Aliás, está nas livrarias o recém-lançado Pizzolato – Não existe plano infalível, (Leya) da jornalista da Folha Fernanda Odilla. Traz bastidores do plano de fuga.

 

PT x Vargas – Capítulo...
Segue a novela PT x André Vargas no TSE. Desde 15 de outubro o processo no qual o partido pede a cassação do deputado está com vista do ministro Gilmar Mendes.

 

Ponto Final
A melhor ‘reforma política’ feita pelo Congresso nos últimos nos foi a troca do carpete no salão verde da Câmara.

TAGS