PUBLICIDADE
Notícias

A rede de Marquitos

12:00 | 25/10/2014
A prisão de Marcos de Jesus Figueroa, o ‘Marquitos’, o maior narcotraficante da Colômbia atualmente, detido pela PF em Roraima, vai desencadear operações policiais em outros Estados brasileiros nos quais o criminoso já operava uma extensa rede de lavagem de dinheiro. Marquitos era tão poderoso que estava na lista dos mais procurados do FBI, com recompensa, e sua detenção foi comemorada em rede nacional pelo presidente colombiano Juan Manuel Santos. Marquitos é investigado por trazer colombianos e bolivianos para o Brasil, para vender drogas e promover extorsões.

Abadia
Não é de hoje que criminosos colombianos lavam o seu dinheiro no Brasil. A PF não dá mole. Em 2007 prendeu em São Paulo Juan Carlos Abadia, do cartel do Norte.

Cofre na picape
Abadia tinha tanto dinheiro para lavar que o guardava até em carro. Revelou ter escondido por meses, numa picape no prédio nos Jardins, R$ 208 milhões na carroceria.

Gestapo tupiniquim
Os exemplares da revista VEJA que denunciam Dilma e Lula desapareceram das bancas de Brasília ontem à tarde. Carros passavam, dos quais descia um homem e as comprava.

Guerra fiscal
A Reama – Refrigerantes Amapá, em meio à briga eleitoral no Estado, foi obrigada a soltar nota para justificar a mudança da fábrica para o Pará e os 1.100 desempregos em Macapá: benefícios fiscais melhores no Estado vizinho. A Reama é a envasadora da Coca-Cola e Fanta para o Norte. Foi a única falência de uma fábrica da Coca no mundo.

Outros casos
Foi essa guerra fiscal, por exemplo, que fez a Ford instalar fábrica em Salvador, em detrimento de SP, anos atrás. E a Fiat desistir de ampliar sua unidade em Betim (MG) e construir planta em Goiana, na Zona da Mata de Pernambuco.

A salvadora
Numa jogada eleitoreira, poucos dias antes de começar a campanha, a presidente Dilma regularizou por decreto os terrenos de todos os templos, de qualquer religião, ilegais ou em grilagem no Distrito Federal. Ela comemorou o fato em folheto distribuído nas ruas.

Tomou Doril..
Depois que o falso terrorista que invadiu hotel em Brasília exigiu em rede a extradição de Cesare Battisti, o italiano, que curte vida boa, cancelou palestras e viagens. E sumiu.

Nova Previ
É inumerável o ‘Não’ que a nova diretoria da Previ tem dado, há meses, para proposta de sociedade com empresas – grandes e pequenas, com amigos no governo ou não.

Ao ‘traidor’
Na rodoviária do Plano Piloto em Brasília, militantes do PT distribuem ‘santinhos’ do candidato ao governo Frejat (PR). O PT considera traidor Rollemberg (PSB), ex-aliado do governador petista derrotado Agnelo, e não apoia o socialista.

Batalha da MP
A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal e a Federação Nacional dos Delegados de PF afirmaram que a Medida Provisória 657/14 deverá receber ‘o mesmo tratamento legislativo dispensado para a Medida Provisória 650/14’.

‘Guerra’ policial
É mais um capítulo do embate com a FENAPEF, dos policiais federais, que anunciou greve semana passada, mas recuou diante de multa de R$ 500 mil por dia estipulada pelo STJ caso prosseguisse.

Cada um na sua
A MP 657 foi o cerne do movimento grevista dos agentes. Trata de benefícios para a carreira dos delegados. Porque saiu há poucos dias e a MP 650, que já tramita há mais tempo, cuida da carreira dos policiais e não andou no Congresso.

No ar..
A Inframérica, consórcio argentino que administra os aeroportos de Brasília e São Gonçalo do Amarante, nega calote a fornecedores, apesar dos atrasos em pagamentos. ‘O saldo remanescente já está sendo pago, conforme negociações realizadas’.

Ponto Final
Amanhã encerra-se o espetáculo. E anuncia-se outro vindouro, por quatro anos.
TAGS