PUBLICIDADE
Notícias

Presidenciáveis camuflam bens milionários para o TSE

00:30 | 09/07/2014

Não é crime eleitoral – o imóvel pode ser declarado pelo valor de compra de anos atrás – mas o valor dos bens dos três principais candidatos a presidente da República é muito maior que o declarado ao TSE. Uma prova de que dão uma banana para a Receita Federal, que pretendem comandar, e camuflam dos eleitores o belo patrimônio que possuem. Para citar apenas três exemplos, Aécio Neves, Eduardo Campos e Dilma Rousseff subvalorizaram em milhões de reais três imóveis que têm.


Beira da praia..
Campos declarou por R$ 60 mil um apartamento no belo condomínio Candeias II à beira da praia em Jaboatão. Um apartamento simples está anunciado lá a R$ 700 mil.


Solar das Rousseff
Em Belo Horizonte, a presidente Dilma tem um apartamento no conhecido Ed. Solar. O declarou por R$ 118.611 , mas no mercado um pequeno ali sai por mais de R$ 300 mil.


Lá de cima
Quase à beira da praia, no Leblon, Aécio registrou uma cobertura na famosa Av. Epitácio Pessoa a.. R$ 109.550. Piada, só se for o metro quadrado.


Classificados
Na internet, um apartamento de 110m² é anunciado na mesma Avenida na Lagoa por R$ 2,2 milhões. E não é cobertura.


Sem rasantes
Diante de tanto desencontro de informações, a despeito do declarado aperto orçamentário, a Força Aérea Brasileira (FAB), questionada pela Coluna, informa que não pretende fechar qualquer base aérea como rola no boca a boca. Há suspeita de que estudos indicavam fechamento de Santos, Florianópolis, Fortaleza e até o famoso Campos dos Afonsos, na Zona Oeste do Rio.


Bases firmes
De acordo com a FAB, existem hoje 18 bases aéreas em atividades. Nenhuma foi fechada nos últimos anos. Mas admite que ‘realiza contínuos estudos para atender às necessidades estratégicas do país e operacionais da Força Aérea’. Garante, porém, que mesmo com realocações de unidades, ‘não há definição específica sobre mudanças’.

Poder & imprensa
Uma curiosidade na declaração de Aécio ao TSE: ele também é sócio da rede de jornais Diários Associados (Estado de Minas, Correio Braziliense, etc), cotas herdadas do avô.


Empurrou a conta
Com a reaparição da família Roriz na chapa de Arruda (PR), que lidera para o governo do DF, brasilienses lembraram de como Joaquim Roriz, o padrinho de muitos políticos hoje, começou a vida pública no Entorno. Grilando as próprias terras oficiais.


Moisés do Cerrado
Dizia: ‘Eu prometi a terra e a luz, e aí estão. Agora vocês cobrem dos meus sucessores o que precisa vir depois’. Ou seja, rede de esgotos, o asfalto, a escola e o posto de saúde. Era o Moisés do Cerrado.


Ponto Final
Será que Dana White, o chefão do UFC, vai convidar os jogadores Luizito ‘Mordedor’ Suárez e Zuñiga ‘Joelhada Voadora’ para lutarem no octógono?
______________________________
Com Equipe DF, SP e Nordeste

TAGS