PUBLICIDADE
Notícias

A prova dos vices

00:30 | 02/07/2014
NULL
NULL
Os marqueteiros terão a mais empírica das provas sobre a eterna dúvida eleitoral: vice traz ou não votos? Com as chapas definidas, os três potenciais candidatos mostram que, desde a redemocratização, são os que mais apostam nos vices para atrair votos. Eduardo (PSB) busca o eleitor ‘verde’ e jovem de Marina Silva. Com o ‘serrista’ Aloysio Nunes na chapa, Aécio procura a unidade no PSDB e conquistar o eleitor paulista, no maior colégio eleitoral do País. Dilma fica com Michel Temer porque o seu PMDB tem o maior número de prefeitos e vereadores – uma máquina pública de angariar apoios.

Vice é.. vice
Itamar, o mais ilustre dos vices, virou presidente da noite para o dia. Não teve vice. Marco Maciel passou batido com FHC. José Alencar teve sua vitrine com Lula, e só.

PMDB salva
Temer é o vice partidário. Representa a força do PMDB. Sem o partido, não o seria. Não tem peso eleitoral. Quase não foi eleito deputado na última eleição que disputou.

O avalizado
Tem o aval do vice Michel Temer e da presidente Dilma a candidatura de Roberto Requião (PMDB) ao governo do Paraná. Sem ele, Beto Richa (PSDB) ganha fácil.

Cliques preciosos
Daqui a seis dias, as empresas de telefonia estão obrigadas a abrir um canal direto para o consumidor, através de seus websites, para cancelamento de linha. É resolução da Anatel, após consulta popular. A ideia é facilitar a vida do usuário: com alguns cliques (dados pessoais e número do contrato) ele cancela a linha sem passar pelo martírio da chamada de espera ao telefone – quando consegue contato.

Esqueceram de Mim
Dá um outro filme da série ‘Esqueceram de mim’: rodando o País, menos o seu reduto, onde acredita vencer, Eduardo Campos abandonou à própria sorte o ‘poste’ Paulo Câmara, seu candidato ao governo de Pernambuco. Câmara está bem distante do líder nas pesquisas, Armando Monteiro (PTB), candidato da presidente Dilma e de Lula.

Bola & bolo
A última de Campos no Recife: não apareceu no camarote vip na Arena Pernambuco para Costa Rica x Grécia pela Copa. Era o convidado especial. Deixou dois times de fotógrafos e políticos sozinhos com os canapés.

Moqueca eleitoral

Clima ferve no Espírito Santo entre ex-dois aliados: Renato Casagrande (PSB) e Paulo Hartung (PMDB) – que o apadrinhou – racharam. O governador Casagrande é palanque de Campos, e o ex-tucano Hartung decidiu apoiar Aécio.

No ringue
‘Nosso governo não é para enriquecer meia dúzia’, deu direta Casagrande em Hartung, a quem acusou, por jornal, de ter governado para poucos nas suas duas gestões.

Brasil rural
Entre PIB baixo e dúvida de investidores, a Caixa trouxe um dado comemorado pelo Planalto ontem: foram liberados R$ 4,2 bilhões em crédito rural para a safra de 2013/14 – em especial para custeio e investimento agrícola e pecuária.

Ponto Final
A MP 650 do Planalto publicada ontem traz boa notícia para os policiais federais: aumento de quase R$ 2 mil nos salários de várias categorias a partir de 2015.

Com Equipe DF, SP e Nordeste
 

TAGS