PUBLICIDADE
Notícias

Na terra de Eduardo

00:30 | 10/06/2014
Pernambuco virou o alvo dos presidenciáveis. Abandonado pelos tucanos locais, Aécio Neves se desdobra para arrumar um palanque. Ontem, Pastor Everaldo (PSC) visitou o candidato ao governo Armando Monteiro (PTB) e fechou apoio. Nos próximos dias será a vez de a presidente Dilma desembarcar no Recife para anunciar que Monteiro, líder nas pesquisas, é o seu candidato. Dilma vai inaugurar trecho da Via Mangue, obra do PAC, com o prefeito Geraldo Júlio (PSB) %u2013 o principal aliado de Eduardo Campos. Lá e cá Já o prefeito Geraldo Júlio é o coordenador da campanha de Paulo Câmara (PSB), o candidato de Eduardo Campos para o Palácio das Princesas. Petit comité Após a cerimônia, a presidente Dilma terá uma reunião sigilosa com a cúpula do PT e do PTB no Recife, para alinhar o discurso. Será no apartamento de Monteiro. Recado do homem Dilma levará recado dela, mas principalmente de Lula, o manda-chuva no partido: O PT não deve atrapalhar e apoiar incondicionalmente a candidatura de Monteiro. Integração é isso aí! Talvez a presidente saiba e faça vistas grossas, talvez não saiba. Fato é que o adversário Eduardo Campos continua a controlar, via apadrinhados, o Ministério da Integração, mesmo com a saída de Fernando Bezerra da pasta. Os primeiro e segundo escalões são dominados por aliados de Campos, não necessariamente filiados ao PSB. Quem manda O coordenador-geral de obras da transposição do Rio São Francisco é Frederico Meira, egresso da Compesa-PE, um braço do ministério no Recife. Apenas o ministro interino é da cota do PROS, dos irmãos Ciro e Cid Gomes. PMDB eterno.. O PMDB decide hoje em sua convenção o que faz de melhor há anos: o apoio ao Poder. Independentemente de ratificar aliança com Dilma Rousseff (PT), espertamente o partido se dividiu e o restante (uns 40%) vai de Aécio Neves nos estados. Procura-se Com Campos rifado em MG, coube a Marina Silva passar por BH ontem para tentar garimpar nas hostes da Rede um candidato ao governo que lhes abra palanque. Mudez É ensurdecedor o silêncio do governo brasileiro sobre a falta de ajuda nas buscas pelo jovem brasileiro Arlan Fick, filho de colonos seqüestrado por milícia no Paraguai. Vaivém das mazelas Duraram poucas horas a limpa que o governo do DF fez para gringo ver num dos pontos turísticos, a Igrejinha da Quadra 107 Sul, obra de Niemeyer ponto de parada diária de estrangeiros. Os sem-teto e mendigos, que batem ponto na pracinha, voltaram, espalham sujeira, incomodam moradores e passantes. Para piorar, dois se esfaquearam na sexta. Gêmeos do Poder O PROS se transforma num PMDB. Apoia a presidente Dilma em Brasília, mas está dividido nos Estados. %u2018Cada caso é um caso%u2019, diz sobre as alianças estaduais o líder do PROS, deputado Givaldo Carimbão (AL), que roda o país para articular palanques. Século 21 Numa democracia %u2013 por ora %u2013 onde o presidente Evo tentará o 3º mandato, o cenário: dois políticos com mandato estão no exílio desde 2006: o senador Roger Molina, que fugiu para o Brasil, e o governador de Tarija, Mario Cortez, escondido em Assunção. Senado x Itamaraty Os senadores se rebelaram. Após Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) abrir mão da relatoria para indicação de embaixador do Brasil em La Paz, agora Aloysio Nunes (PSDB-SP) faz o mesmo. O Senado exige documentos do Itamaraty. Respostas Os senadores querem que o MRE informe detalhes do que houve no período de mais de um ano que o senador boliviano Roger Molina ficou na embaixada, antes da fuga. Intensivão Ecoa no Congresso a passagem da jornalista da Globovisión de Caracas, Vanessa Silva. Isenta e sem mostrar lado, deu uma aula a parlamentares na Câmara sobre a situação Ponto Final Faltam dois dias para Neymar Jr. assumir a presidência do Brasil ______________________________ Com Equipe DF, SP e Nordeste

TAGS