PUBLICIDADE
Notícias

Vargas peita Estatuto do PT e fica isolado

00:30 | 02/05/2014

Ao se desfiliar do PT e manter o mandato de deputado federal, o ex-todo poderoso do partido André Vargas contraria o próprio Estatuto que ajudou a escrever. O Artigo 14, Parágrafo IX é claro: ‘Deveres do filiado – renunciar ao mandato eletivo no caso de desligamento do Partido’. A direção do PT também trata o caso com desdém. O Artigo 79 prevê que o diretório de Londrina deve ‘ajuizar representação perante a Justiça Eleitoral para decretação de perda de mandato’. E seu suplente deveria tomar posse.


Parceiros
Não há notícia de que o PT tenha pedido o mandato de Vargas, alvo da PF por tráfico de influência e ligações muito suspeitas com o doleiro preso Alberto Youssef.


No bolso
O PT, segundo o Estatuto, também pode multar Vargas por descumprimentos das cláusulas. Pode cobrar-lhe nada menos que um ano de salários como deputado.


Alvo fácil
Vargas teria usado indevidamente nomes de grãos petistas para convencer Youssef a bancar seus passeios, é o caso de Alexandre Padilha, que promete processá-lo.


Aí tem...

Sem demérito para o deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG). Mas causa estranheza o Itamaraty informá-lo no dia da festa (quarta) que ele seria agraciado com a Medalha do Mérito Rio Branco, a maior honraria do ministério. Foi o único deputado homenageado.


Explica-se
Presidente da Comissão de Relações Exteriores, Barbosa aceitou a medalha mas não vai baixar a guarda. Ficou evidente que o afago é tentativa de calá-lo sobre a investigação do caso do ex-embaixadora da Venezuela José Marcondes que, conforme revelou a Coluna, retornou ao Brasil porque ele e sua esposa foram ameaçados de morte.


Bala na agulha
É notório o movimento de sindicados que aproveitam a Copa para fazer reivindicações. Podem faltar pistolas e munições para a segurança do evento, porque estão de greve há 20 dias os funcionários da Indústria de Material Bélico do Brasil, ligada ao Exército.

Agora vai

‘Poste’ de Eduardo Campos ao governo de Pernambuco, Paulo Câmara recebeu ontem apoio oficial dos fiéis da Igreja Quadrangular do Estado.


Catarse
Baixou o Guido Mantega em Eduardo Campos. Começou a propalar ontem que, se eleito, terá e conseguirá meta de inflação a 3% ao ano. Hoje estoura os 6%.


Falácia = crime
Olho na tramitação no Congresso da PEC da Responsabilidade Eleitoral. Teoricamente, ela extingue a falácia e o baú de promessas de candidatos(as) ao Executivo durante as campanhas, e os obriga a registrar metas e cumpri-las se eleitos(as).


Prévias

Pelo tom pré-campanha, O pastor Everaldo, pré-candidato do PSC ao Planalto, vai se alinhar a Aécio ou Eduardo num eventual 2º turno. Critica a desoneração da presidente Dilma Rousseff. ‘O remédio é que deve ser desonerado, não o brinquedo’. Se eleito, diz que atualizará a tabela do SUS. ‘Não se pode pagar R$ 8 por consulta a um médico’.


PDT e seu rumo
O PDT promoverá seminário com seus principais quadros técnicos e pensadores dia 7 de maio para esboçar uma carta ao povo brasileiro. O evento será o norte para a convenção de junho: se lança candidato, ou se alia a Aécio, Dilma ou Eduardo.


Sobre vazamentos..
A Associação dos Delegados de Polícia Federal soltou nota revoltada sobre ilações de que delegados vazaram dados do inquérito da Operação Lava Jato. A turma sabe que um vazamento – pré ou pós operação – por um delegado arruína o trabalho e a carreira.


.. e acessos
Delegado não vaza, mas partes envolvidas com acesso ao inquérito podem vazar. Mais de 20 advogados das partes alvos da operação tiveram acesso online legal ao inquérito.


Vaivém
Gim Argello é candidato à reeleição no Senado – seu plano B caso fracassasse para o TCU – e para isso já montara equipe. Virá pela chapa de José Roberto Arruda.


Ponto Final
Será que o doleiro Youssef vai pagar a eventual multa do PT contra André Vargas?
______________________________
Com Luana Lopes e Equipe DF e SP

TAGS