PUBLICIDADE
Notícias

Congresso vai investigar ameaça a ex-embaixador na Venezuela

00:30 | 30/04/2014

O incidente diplomático sem precedentes na História do Ministério das Relações Exteriores será investigado pelo Congresso. O presidente e o vice da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional na Câmara, deputados Eduardo Barbosa (PSDB-MG) e Duarte Nogueira (PSDB-SP), respectivamente, vão apresentar semana que vem requerimento para convocar José Marcondes de Carvalho, o ex-embaixador do Brasil na Venezuela. Ele voltou com a esposa para o Brasil após ambos receberem ameaças de morte em Caracas no fim de 2013, conforme revelou ontem a Coluna. Informou o Itamaraty que a notícia é infundada. A Coluna mantém a versão publicada.

O chefe
O chanceler Luiz Alberto Figueiredo tem depoimento na próxima quarta e será cobrado pelo silêncio do Itamaraty. Ontem a liderança do PSDB discutiu o caso Marcondes.

A fera

José Marcondes tem perfil alinhado com o governo chavizta de Nicolas Maduro, mas sua esposa, uma peruana artista plástica, é crítica ferrenha e virou alvo de ameaças.

Repercussão

Para o senador Ricardo Ferraço, presidente da Comissão no Senado, o embaixador deveria dar queixa na polícia. O deputado Eduardo Barbosa diz que o fato é gravíssimo.

Fala, Palácio!
‘Esse é um fato gravíssimo para a diplomacia brasileira. Se o governo soube e não tomou medida é sinal de submissão’, diz o deputado Duarte Nogueira.

PP é Dilma
O PP bateu o martelo e fechou com a presidente Dilma para a eleição. O presidente do partido, senador Ciro Nogueira (PI), vai promover uma grande festa em Brasília dia 20 de maio, com a presença dos principais nomes da legenda e da cúpula do PT. E os rumores de fechar com Aécio Neves? ‘Aos 45 do segundo tempo é difícil’, diz Ciro.

Dornelles-Cabral
Primo do tucano Aécio Neves, o que levou a boatos de que o partido fecharia com o PSDB, o senador Francisco Dornelles, ex-ministro nas gestões de FHC e ex-presidente do PP, pode sair candidato ao Senado. Como se disputa uma vaga este ano, sobra o ex-governador Sérgio Cabral – que, aliás, tomou chá de sumiço.

Operação Abafa
Parlamentares ligaram os pontos sobre o caso do embaixador Marcondes e ficaram com a pulga atrás da orelha: sua saída de Caracas corresponde com a viagem de Rui Falcão, presidente do PT, e o assessor do Planalto Marco Aurélio García para a Venezuela.

Segunda chance
Um grande anúncio publicado em alto de página nos Classificados de jornais do Rio ontem chamou atenção: Contratam-se ex-presidiários. É o Afro Reggae.

Queima

A despeito da suspeita sobre o caseiro, a caserna comenta em fóruns online que Paulo Malhães, o coronel encontrado morto após assalto, seria a segunda queima de arquivo sobre o caso Rubens Paiva. Intriga o fato de os bandidos usarem rádio de comunicação.


Na pista

Ex-diretora da Anac e agora candidata a deputada federal Denise Abreu (PEN) ligou as turbinas e acusou o casal Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo (Comunicações) de fazer negócios no governo. Foi numa entrevista a Joice Hasselmann. Não há provas por ora.

Rio 40º

Continua a pegar fogo a pré-campanha no Rio. Pesquisa do Jornal O Dia para o governo: Crivella lidera com 18%, seguido de Garotinho (13%), Lindbergh (8%), Cesar Maia (7%) e o atual governador Pezão (6%). Maia foi a grande surpresa da sondagem.

Salgou
A CGU determinou à Infraero a demissão por justa causa de quatro ex-diretores e um ex-assessor jurídico acusados de maracutaias em contratos na reforma do Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre.

Cabotagem

Será realizado no auditório da CNT dia 8 o Seminário ‘Desafios e Perspectivas da Navegação de Cabotagem no Brasil’. As inscrições estão abertas.

Ponto Final
Os dois grandes mistérios do mundo hoje: onde estão o avião da Malaysia Airlines e o Paulo Maluf, procurado pela Interpol em 180 países.

______________________________
Com Luana Lopes e Equipe DF e SP

TAGS