PUBLICIDADE
Notícias

Banco genético de detentos esbarra em "direitos humanos"

00:30 | 20/04/2014
Vem aí enfim o banco genético de bandidos de alta periculosidade. É promessa de anos do Ministério da Justiça. O material começou a ser recolhido nas penitenciárias federais. Mas também encontra resistências pontuais de advogados dos detentos que alegam questões de direitos humanos. Por quê? A coleta do material consiste em passar cotonete na boca do preso e capturar a saliva. Algo comum em países de primeiro mundo. Mas estamos no Brasil, onde o presidiário, com exceção da liberdade, tem direito a muitas regalias. Inclusive a peitar a Justiça.

Óleo queimado
O PSDB também está preocupado. Paulo Roberto Costa, o ex-diretor da Petrobras preso pela PF, surgiu na gestão tucana da petroleira. Há óleo queimado para todo lado.

Digitais..

A assessoria do TSE não deu um pio mais sobre a enrolada e anulada licitação de novos kits biométricos. Tem gente revoltada com a coluna lá dentro, por causa da revelação.

.. de desespero
Consórcio de boateiros espalha que o repórter – que apurou e noticiou – seguiu ‘interesses escusos’. O mesmo termo usado pela empresa perdedora no certame.

Farra geral?
Interessante a Ação Direta de Inconstitucionalidade da OAB para por ordem nas Casas. Mas causa estranheza em muita gente em Brasília a celeridade de um PL no Senado na esteira da ação no STF, que vai endossar o fim do financiamento privado a políticos e partidos para as próximas eleições. Há os que desejam para já!

Manobra
Para gente graúda que entende de campanhas desde que Dom Pedro soltava pipa: algo podre pode vir aí. Seria lucrativo e viável para os partidos e candidatos terem financiamento público, mas manterem as doações privadas diretamente em caixa 2.

Olho neles!
Ou seja, o povo paga a conta diretamente das campanhas, e as empresas com interesses escusos (ou não) continuam a cobrar o preço em projetos de seus interesses, agora repassando secretamente. Muita gente tem a ganhar, e mais.

No site
Acompanhe no site da Coluna fotos de Evandro Teixeira e charges de Aliedo, ex-Pasquim. Envie sugestões de pauta e denúncias para [email protected]

Mega Mistério
A Mega Sena tem acumulado seguidas vezes desde que a PF prendeu um gerente da Caixa no Piauí, que tentou sacar prêmio com bilhete falso. Será que foi o primeiro?

Recorde
Quatro ministros do STJ - inclusive o atual vice-presidente - vão pendurar a toga este ano em virtude da idade-limite de 70 anos para permanência no Judiciário. Com isso, Dilma poderá escolher antes do final do seu mandato mais cinco ministros da Corte!

Debandada
Eliana Calmon deixou o tribunal para disputar vaga de senadora pela Bahia. Vão cair na compulsória Gilson Dipp, Ari Pargendler, Sidnei Beneti, Arnaldo Esteves. Dilma terá indicado 15 dos 33 integrantes do STJ. Lula nomeou 17 ministros para o STJ.

AGU, a líder
Com 8 mil advogados e 20 milhões de processos, a AGU é ‘o maior escritório de advocacia do mundo’. Dados do Anuário da Advocacia Pública do Brasil, que Márcio Chaer e a turma do Consultor Jurídico lançam na terça, no Unique Palace de Brasília.

JK fora

Encrenca motivada a picuinha política, de ambas as partes, no aniversário de Brasília, comemorado amanhã. O Governo do DF teve de refazer às pressas uma campanha publicitária para a TV porque não foi autorizada pela família a usar imagens de JK.

Abuso eleitoral
Na peça proibida, o GDF usa imagens originais de vídeo do ex-presidente JK passeando pelas obras iniciais de Brasília, mesclando com imagens das obras atuais do governo Agnelo Queiroz (PT). JK tinha voz de narrador elogiando as obras.. da gestão Agnelo.

Tá bom..
A família de JK, em especial o adversário Paulo Octávio (PP), ex-vice-governador do DF, proibiu. Não comentaram o caso. O GDF oficialmente diz que não houve problema.

Ponto Final
Amanhã é aniversário de Brasília. Parabéns, capital, por sobreviver aos seus políticos!

Com Luana Lopes e Equipe DF e SP

TAGS