PUBLICIDADE
Notícias

Militar quer revelar localização de corpos no Araguaia

07:00 | 02/03/2014
Um militar da reserva pretende quebrar o silêncio de décadas e fazer uma revelação histórica: a localização de 22 corpos de desaparecidos políticos e ex-guerrilheiros, assassinados pelo Exército e enterrados na região do Araguaia. A notícia será levada na quinta-feira para a juíza federal Solange Salgado, em Brasília, por grupo de familiares de desaparecidos. A chamada ‘Operação Limpeza’ dos militares à época deu-se em três locais na Serra das Andorinhas. O militar, cujo nome não foi revelado, está disposto a depor em juízo e levar as famílias ao local, mas com sob sigilo. Teme ser morto.

Buscas
A juíza é titular da 1ª Vara Federal e acompanha o caso. Ela tomou depoimento em 2013 do ex-deputado Luiz Greenhalgh, que fez primeiras buscas em 2001.

Racha

O grupo de familiares que apelou à juíza não quer ir à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência, por não reconhecer a legitimidade do recém-criado grupo de buscas.

Introspecção
Um conhecido diplomata que almoçou há dias com o ex-presidente Lula revela que o líder está preocupado com o PT. Não há um grande nome pós-Dilma.

Choque no..
Enquanto roda o País palestrando sobre choque de gestão, apesar do Estado endividado em R$ 79 bilhões com a União, o governador Anastasia (PSDB), de MG, não sabe o pelourinho dos servidores. Uma professora com cardiopatia grave tentou se aposentar há poucos meses. Viajou 500 km para BH numa ambulância cedida e voltou pior para casa.

.. servidor
No posto de atendimento da Secretaria de Planejamento, responsável pelos casos, a professora cardiopata foi atendida por.. ortopedista, que a despachou. Protestou muito, e apareceu o cardiologista três horas depois. Além de recusar aposentadoria, o doutor ainda tirou sua função, o que rendeu a ela mais trabalho. A Coluna tem os papéis.

Operação banqueiro
O livro Operação Banqueiro, de Rubens Valente, com revelações sobre a Operação Satiagraha e as espionagens envolvendo poderosos, deve ser leitura obrigatória e entrar na lista dos livros nas escolas. É a História contemporânea brasileira.

Dudu 2.0?
Petistas apelidaram o presidenciável Eduardo Campos (PSB) de ‘Dudu Campriles’, alusão ao candidato opositor na Venezuela, Dudu Capriles.

Viva o ‘sapateiro’!
Virou papai o jornalista iraniano Muntadhr Alzaidi, famoso por ter jogado o sapato no então presidente Bush. Enviou fotos da pequena Anedia para amigos brasileiros.

El consultor
Roger Molina, o senador boliviano que tenta refúgio no Brasil, será consultor de política externa para a AL da campanha de Aécio Neves ao Planalto. Ele levou ao tucano uma moção de apoio do ex-presidente Tuto Quiroga.

Prêmio de consolo
Lembram do diplomata Eduardo Saboia, que ajudou Molina na fuga? Foi o único convidado no Itamaraty pela Casa Branca para o café do presidente Obama com mandatários e diplomatas mês passado. Por aqui, o deputado Alfredo Kaefer (PSDB-PR) requereu moção de louvor a ele e aos fuzileiros que deram proteção na fuga.

No ar
O senador Roberto Requião (PMDB-PR) jogou água quente na fervura. Protocolou pedido no Senado para o Ministério das Comunicações trazer à tona todos os documentos sobre a polêmica compra, pela TV Globo, do Canal 5 de SP.

Guerra Fria 2.0

De brasileiro que presenciou de perto, e indignado, o breve reencontro de familiares separados pelas Coreias, semana passada: ‘Esta é a única parte do mundo que ainda sofre violentamente os efeitos da Guerra Fria’.

Nada a ver
Para quem associa indicação a ideologia partidária no STF: dos 11 atuais, os únicos não nomeados por Lula e Dilma são Marco Aurélio, Gilmar Mendes e Celso de Mello.

Virou moda
A presidente Dilma assinou decreto que qualifica como Organização Social o Instituto de Ensino e Pesquisa Alberto Santos Dumont.

Ponto final
O cúmulo da violência nos estádios, que extravasou para as ruas: um torcedor ser morto em SP por causa da camisa. Deixou mulher e filho de cinco meses.

Com Luana Lopes e Equipe DF e SP

TAGS