PUBLICIDADE
Notícias

Governo aposta em aquicultura para dobrar pescado

00:30 | 18/03/2014

Após o salto de 1 milhão de toneladas na produção de pescado registrado em um ano, o Ministério da Pesca investirá nas licenças ambientais em represas das hidrelétricas e das pequenas centrais na tentativa de dobrar o pescado pela aquicultura. A pasta já mapeou 250 reservatórios nas cinco regiões, não incluídas as PCHs. O processo de licenciamento iniciou na gestão de Marcelo Crivella e o desafio agora é do ministro Eduardo Lopes. A maioria das licenças passa por decisão dos governadores, via decreto.


Desafio
As linhas de crédito para o setor em 2013 foram o dobro de 2012. O governo incluiu o peixe na cesta básica, mas o país importou US$ 1,5 bilhão de pescado em 2013.


No prato
O brasileiro come em média 14kg/ano, contra 9kg em 2009. ‘Vamos constatar que dieta saudável vai beneficiar o sistema de saúde no País’, disse Crivella em sua despedida.


Descarrilou

Sabem aquela ferrovia TransNordestina, que já consumiu bilhões de reais e pouco trilho tem? O cerco começa a se fechar. Diretores do DNIT foram convocados ao Congresso.


Pepinão de estreia
O novo ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rrosseto, pegou um pepino logo de cara. Após cessão de 50 anos para a Fundação ABC, a União agora requer a Fazenda Capão do Cipó, no Paraná, para reforma agrária. Ocorre que a área não é improdutiva. Neste período, foram desenvolvidas nos 140 hectares várias pesquisas e a propriedade tornou-se referência na produção de leite e grãos.


Elogio hermano
O diário Sol de Pando, da Bolívia, destacou com foto o juiz Herculano Martins, de Rondônia, que obrigou o governo a apresentar estudos de impacto ambiental sobre as usinas de Jirau e Santo Antônio, sob multa de R$ 100 mil/dia por descumprimento.


Bola cantada
A Operação Lava-Jato da PF deflagrada ontem veio na esteira da Miquéias, do ano passado em Brasília, e do muito descoberto quando da detenção do doleiro Fayed Trabousli. A Coluna já avisara que viria operação grande em fevereiro. Saiu em março.


Lá vem o alemão..
A Infraero reforçou o alerta à PF para os scanners. Semana passada um alemão, revoltado com as revistas, ficou nu e correu pelo saguão do terminal de São Luís (MA).


Grama & asfalto
Depois da Copa, o Governo do DF começará a reforma do Autódromo Nelson Piquet ao lado do estádio. Investirá E$ 300 milhões para receber MotoGP em 2015 e F1.. um dia.


Tragédia..
Subiu para 11 o número de crianças mortas por desnutrição da etnia Guarani-Kaiowá na aldeia Porto Lindo, em Japorã (MS). Sem o apoio de verba da Funasa, a prefeitura não dá conta de comprar mantimentos, lamenta o alcaide Vanderlei Bispo.


.. à brasileira
A prefeitura gasta R$ 23 mil por mês para manter aberto o Centro de Combate à Desnutrição. Antes, a Funasa destinava R$ 60 mil/mês, mas agora a Secretaria de Saúde Indígena (Sesai) substitui a Funasa e paga apenas um nutricionista e enfermeiro.


Será o Eike?
Um misterioso empresário colocou à venda, em leilão, todos os 101 objetos do acervo do Rei Pelé colecionados há anos. São preciosidades como bolas autografadas, uniformes usados no Santos e na Seleção – cuja camisa tem lance inicial de R$ 4 mil.


Mistério
O acervo que será leiloado amanhã tem também figurinhas das Copas nas quais Pelé participou, discos, bonés e revistas autografadas. O mistério é se o acervo é de Eike Batista, que chegou a comprar objetos históricos e hoje vende tudo, de mesa a xícara.


Alô Pelé!
Em tempo, o Museu Pelé, em Santos, será inaugurado mês que vem. Fica a dica para o governo e para o ex-jogador.


Que feio

Lula e Gleisi Hoffmann talvez não saibam, mas o MP vai investigar o prefeito de Peabiru, Claudinei Minchio, que teria comprado carneiro com dinheiro da merenda escolar para servir aos ilustres visitantes.


Ponto Final
O almoço petista vai sair caro no Paraná.
______________________________
Com Luana Lopes e Equipe DF e SP

TAGS