PUBLICIDADE
Notícias

Dal Agnol doou R$ 280 mil de dinheiro da fraude para candidatos

09:00 | 05/03/2014
O advogado Maurício Dal Agnol (CPF final 190-91), foragido da PF acusado de golpe de R$ 100 milhões em clientes, tentou eleger bancada suprapartidária de aliados em três instâncias. O dinheiro da fraude foi usado para doações de R$ 280 mil a diferentes partidos em 2010 e 2012. Foram R$ 125 mil distribuídos para quatro candidatos a deputados estaduais e dois federais do PSDB, PCdoB, DEM, PV e PDT – todos perderam. Em 2012, ajudou candidatos a vereadores e prefeitos do PT, PDT, PPS e PMDB, com R$ 95 mil, e deu mais R$ 60 mil para o comitê estadual do PT.

Rastros políticos
Com os documentos apreendidos, a PF rastreia o dinheiro e possíveis contas em paraísos. Já há indícios de que o dinheiro doado para as campanhas é oriundo do golpe.

Só um
Dal Agnol só viu eleito o prefeito de Passo Fundo (RS): Luciano Azevedo (PPS) recebeu R$ 25 mil. Cândida Rosseto (PT), de Barra Funda, levou R$ 5 mil, mas perdeu.

HC à vista
Acusado de reter dinheiro de indenizações de clientes contra telefônicas, Dal Agnol pode se entregar, porque já tenta habeas corpus. A Interpol e o FBI estão atrás dele.

Patrimônio a jato
Chamou a atenção o patrimônio do foragido Maurício Dal Agnol. Além de apartamento novo em Manhattan (US$ 5 milhões), onde passava feriadões com a família, comprou há um ano um jatinho Phenom 300 da Embraer, prefixo PP-MDA. Vale US$ 10 milhões. A pujança é tamanha que não o freta, é para uso pessoal. Um avião do tipo, no chão, custa por baixo R$ 50 mil por mês com hangaragem, pilotos, manutenção e taxas.

Santo político
Tem gente com muita fé vendo o espírito do ex-vice José Alencar na igreja matriz de Itamuri (MG), onde foram depositadas suas cinzas numa urna. Desde que houve a cerimônia o local virou ponto de peregrinação.

Na lista

Muita gente graúda apostava o contrário, mas ele não escapou. A despeito de ser preservado nas prisões da Operação Porto Seguro, o bilionário ex-senador Gilberto Miranda, tido como corruptor no esquema, vai virar réu na Justiça.

Quanta alegria

De um atento observador da lei frouxa brasileira: Pelo ritmo, a turma do Presídio da Papuda ainda sairá a tempo de formar quadrilha.. nas festas de junho.

Hum..
Uma curiosidade. A SCF, empresa criada para gerir o patrimônio de Cavendish, dono da Delta, tem as iniciais de Sérgio Cabral Filho, o governador do Rio e amigo de farras.

Bolsa-Preservação..

Caso da pequena Extrema (MG), 30 mil habitantes: Desde 2007 o prefeito Luiz Bergamin banca o PSA - Pagamento por Serviços Ambientais (R$ 3,9 mil para 161 fazendas), para que proprietários rurais preservem nascentes, córregos e rios. Deu certo!

..dá resultado
O conceito surgiu na França em 1990. Em Extrema, são plantados 10 mil árvores por mês – já passaram de 510 mil mudas; foram recuperadas 5.620 nascentes em 7,2 mil hectares preservados. Resultado: São Paulo só não teve racionamento de água porque Extrema, a 108 km, fornece 33 mil litros/segundo para o sistema Cantareira.

Verão vermelho

Alarmante o número de homicídios no Rio Grande do Norte, estado alvo dos turistas europeus. Nos primeiros dois meses do ano, foram assassinadas 275 pessoas – 148 em fevereiro. Uma média de 4 pessoas por dia.

Papa pop

O papa Francisco vai se revelando o mais pop de todos. Determinou a abertura para visitantes, durante março, dos belos jardins da vila pontífice Castel Gandolfo, onde os papas por tradição passam suas férias e folgas.

O 28º

O Brasil tem 26 Estados e um Distrito Federal. Mas com tamanha generosidade e envio de verbas oficiais, conta leitor atento, não será surpresa Cuba surgir como 28º unidade.

No site
Acompanhe no site da coluna fotos inéditas & históricas do fotojornalista Evandro Teixeira e charges de Aliedo, ex-Pasquim e JB.

Ponto Final

Enfim, 2014 começa hoje.

Com Luana Lopes e Equipe DF e SP

TAGS