Participamos do

Número de estrangeiros que visitaram o Ceará em 2015 é menor do que o registrado em 2014

10:45 | Abr. 28, 2016
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia
No ano passado o Ceará recebeu 78.711 turistas internacionais, uma queda de 6.314 visitantes em relação a 2014, ano da realização da Copa do Mundo. Segundo dados apresentados pelo Ministério do Turismo (MTur), apesar da queda do fluxo internacional no Ceará, o Estado ainda ocupa a segunda posição no ranking do Nordeste e só perde para a Bahia, que recebeu 151.660 visitantes do exterior. A propósito, a Bahia é o único estado da região que teve crescimento na chegada de turistas internacionais em 2015 com relação ao ano anterior. De acordo ainda com o MTur, 6,3 milhões de estrangeiros vieram ao Brasil no ano passado. Essas informações constam no Anuário Estatístico do Turismo. O documento registra também que a liderança disparada dos visitantes que chegam ao Brasil é de argentinos. No ano passado foram 2.079.823 turistas portenhos, o que corresponde a 33% do total. Os turistas norte-americanos ocupam a segunda posição, com 575.796, seguidos dos chilenos (306.331). O órgão dividiu o mapa brasileiro em 17 unidades da federação, de acordo com os números dos estados brasileiros em 2015, em relação a 2014. Veja: Acre - 25.146 (28.032) Amazonas - 50.290 (50.032) Amapá - 18.386 (20.850) Bahia - 151.660 (145.660) Ceará - 78.711 (85.025) Distrito Federal - 107.208 (100.063) Mato Grosso do Sul - 56.601 (61.999) Minas Gerais - 47.929 (50.916) Paraná - 758.973 (837.046) Pará - 20.708 (14.813) Pernambuco - 66.232 (78.015) Rio Grande do Sul - 1.080.478 (907.669) Rio Grande do Norte - 28.580 (38.014) Rio de Janeiro - 1.375.978 (1.597.153) Roraima - 38.026 (32.840) São Paulo - 2.248.811 (2.219.917) Santa Catarina - 149.133 (156.979) Outros - 2.988 (4.772) O transporte aéreo, com mais de 4,3 milhões de passageiros, é o principal meio de acesso dos estrangeiros ao Brasil. O terrestre fica com mais de 1,8 milhão de acessos ao território nacional. Os cruzeiros marítimos e fluviais registraram números entre 55 mil e 60 mil visitantes, respectivamente. Para a temporada deste ano, com número menor de navios pela costa brasileira, a expectativa é de uma redução drástica nesse percentual.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente