PUBLICIDADE
Notícias

ABIH do Ceará prevê queda na ocupação dos hotéis no feriado de Tiradentes

07:38 | 22/04/2016
"A queda percentual na ocupação da hotelaria para o feriado de Tiradentes, se comparada ao mesmo período do ano passado (75.22 % para 61. 58 %), sinaliza o reflexo da crise que chega ao setor de serviços, particularmente ao turismo do Ceará", afirma Darlan Leite, presidente da ABIH CE %u2014 Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Ceará. No comunicado enviado à imprensa, o dirigente acrescenta que o setor continua a dar mostras de resistência, "como alternativa à queda generalizada da atividade econômica e seus reflexos no desemprego, na inflação, na insegurança que se abateu sobre o País". Darlan Leite ressalta ainda que para o Brasil ter retorno econômico e social, é importante dar continuidade a uma política de promoção nacional e internacional. "O Ministério do Turismo e a Embratur precisam zelar pelos programas e ações nesse sentido, e que a descontinuidade dessas ações podem ser muito prejudiciais ao turismo do Brasil, quanto mais em um ano Olímpico, em que as atenções do planeta estarão voltadas para nós. Com pequenos investimentos garantiríamos um retorno de milhões e milhões de dólares e numerosos empregos para o povo brasileiro", diz ele. Como colaboração da ABIH com o Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza, o presidente da associação dos hoteleiros cita a construção da Casa do Turista e da Segurança na Avenida Beira Mar como "uma parceria do setor empresarial do turismo com o setor publico que oferece ao turista e ao cidadão cearense um plano estratégico de segurança, com equipamentos de monitoramento, e pessoal treinado, um sistema de segurança moderno e inovador, capaz de se transformar em referencia nacional". Cresce venda de excursão no e-commerce em 2016 A mais recente publicação do Relatório Conversion do E-Commerce Brasileiro 2016 apresenta números otimistas para o segmento de vendas on-line. O estudo da agência aponta um faturamento de R$ 69,76 bilhões neste ano, número 25% maior que em 2015. Para a edição 2016, a Conversion incluiu, pela primeira vez, a categoria "Viagens" ao estudo. Com isso, o Turismo surge como a categoria com o maior volume de vendas (15,03%), ultrapassando"Eletrodomésticos" (14,02%) e "Informática" (11,90%), por exemplo. O ano de 2016 terá um faturamento de R$ 10,48 bilhões com vendas relacionadas a viagens. A agência diz ainda que o consumo em 2016 poderia ser mais expressivo se os sites de venda on-line fossem adaptados a dispositivos móveis. Pela primeira vez o acesso via celular chegou a 55% superando as operações realizadas por desktop, que chegou a 45%. A agência aponta que o consumidor optou por finalizar a compra pelo computador, chegando a 74% contra 26% no método tradicional. O Conversion acrescenta que o comércio eletrônico seguirá crescendo forte pelos próximos anos. A aposta neste ano deve atingir um crescimento substancial, atingindo incríveis R$ 229,53 bi em 2021. A estimativa de crescimento médio anual do comércio on-line será de 2014 e 2016, de aproximadamente 26,90%.
TAGS