PUBLICIDADE
Notícias

A Airbnb aposta nos Jogos Olímpicos Rio 2016 para consolidar a marca no Brasil

10:19 | 09/10/2015
Considerada como a Uber dos hotéis, a Airbnb está colocando todas as suas fichas nos Jogos Olímpicos Rio 2016, evento do qual é uma das fornecedoras oficiais de serviços, para popularizar a marca no Brasil. A ideia da empresa é ampliar a oferta dos serviços no país e passar a concorrer abertamente com a hotelaria tradicional. O primeiro passo será ajustar a forma de comercialização das reservas para o mercado brasileiro. Nesse sentido já anunciou que passará a aceitar cartões de crédito nacionais, boletos e parcelamento, o que é uma prática de negócio bem brasileira. No momento, o site norte-americano aceita apenas cartões de crédito internacionais e sem parcelamento. Com a medida, a empresa tenta ampliar o número de brasileiros no serviço, que permite a pessoas alugarem quartos para viajantes. A Airbnb ainda não pode ser encarada (pelo menos por enquanto) como uma ameaça para a hotelaria tradicional, mas começa a ganhar terreno internacional. Um exemplo disse é que, apesar de estar no mercado mundial há algum tempo, apenas no início deste mês de outubro que passou a operar legalmente em Paris, depois de um acordo com a administração municipal. O acordo prevê o pagamento de um imposto sobre cada hóspede que fechar negócio em seu site. Em troca, a companhia foi regularizada e poderá seguir funcionando sem empecilhos. No Brasil, não existe nenhum tipo de impedimento no momento. Talvez por não ser (ainda) uma ameaça a hotelaria convencional. Diferentemente da chegada do Uber que passou a concorrer diretamente com os serviços de táxi convencionais.
TAGS