PUBLICIDADE
Notícias

Nordeste se une como destino em ação de marketing

09:09 | 18/06/2015
Em uma ação inédita para aumentar a movimentação de turistas brasileiros diante do atual cenário cambial, a Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo), em parceria com a Fundação Comissão de Turismo Integrado do Nordeste (CTI/NE), realizará a Turismo Week Nordeste. A primeira edição da maior promoção de viagens do país voltada para uma região brasileira traz condições especiais para venda, além de variedade e melhores preços para os consumidores e agentes de viagem.

Entre 03 e 09 de agosto, os produtos e destinos do Nordeste serão promovidos com exclusividade no site www.turismoweek.com.br, servindo para consulta dos agentes e consumidores, que elegem os pacotes de interesse e, via cadastro, solicitam retorno do operador para efetivar a compra.

A iniciativa conta com o apoio de parceiros como companhias aéreas, hotéis, pousadas e receptivos dos destinos. Segundo projeção da Braztoa, cerca de 500 ofertas serão disponibilizadas durante os sete dias em que o site dará 100% de visibilidade aos destinos da região. Além das semanas subsequentes com viagens oferecidas para o Brasil e o mundo.

No período que antecede a semana de vendas, a Braztoa fica responsável pelo processo de sensibilização e treinamento para as operadoras e agentes de viagem, como também na divulgação para os consumidores.

Para a presidente da CTI/NE e secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alagoas, Jeanine Pires, o momento é favorável para a realização da Turismo Week Nordeste, levando em conta o aumento da procura pelos destinos nacionais em 2015.

Aviação regional terá 270 aeroportos, diz Ministro

O ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha, disse na quarta-feira (17) que o Programa de Aviação Regional democratizará o acesso ao transporte aéreo e reduzirá o custo das viagens no interior do país. O programa prevê investimentos de R$ 7,3 bilhões para adequar e ampliar para 270 o número de aeroportos regionais disponíveis para voos regulares. Atualmente, cerca de 80 aeroportos operam aviação regular, de acordo com a secretaria. O governo concederá subsídio às empresas aéreas para estimular a aviação regional.

Padilha destacou a concessão dos aeroportos de Fortaleza, Porto Alegre, Florianópolis e Salvador anunciada no dia 9 na nova etapa do Programa de Investimento em Logística e falou sobre a reestruturação da Infraero. A reestruturação vai resultar na criação de duas subsidiárias, a Infraero Participações e a Infraero Serviços.

"Com as concessões a Infraero perdeu receita e temos que reestruturar a empresa. Vamos criar a Infraero Serviços com uma empresa alemã para sermos um player de operação aeroportuária no Brasil e fora daqui. Vamos concorrer fora nas concessões também. Aqui no país vamos ter 270 aeroportos regionais e precisamos ter um ente do estado que tenha experiência para garantir a manutenção das operações no Brasil", afirmou Padilha.

SINALIZAÇÃO OBRIGATÓRIA

A presidente Dilma Rousseff sancionou lei que obriga o uso e manutenção de sinalizadores ou balizadores aéreos de obstáculos em propriedades próximas a aeroportos e instalações de auxílio à navegação aérea. A lei foi publicada ontem no Diário Oficial da União e altera o Código Brasileiro de Aeronáutica.
TAGS