PUBLICIDADE
Notícias

Perda de renda da nova ''classe C'' pode desacelerar o turismo interno

19:39 | 17/02/2015
O declínio da economia brasileira preocupa o segmento de turismo porque a atividade vinha numa tendência de expansão. Inflação em alta, queda no consumo e dólar em disparada são fatores que afetam em cheio a tendência de viagem da nova “classe C”.

Há cerca de dois anos, esses novos “endinheirados” brasileiros ascenderam ao mercado de consumo e passaram a viajar mais. Muitos deles nunca tinham entrado num avião.

Com o agravamento da crise atual, que inclui ainda a paralização nos investimentos, corrupção na Petrobrás, queda no consumo e crise de água e energia, essa nova “classe C” criada no primeiro mandato de Dilma Rousseff, caminha para o “desmonte”, como escreve em artigo na “Folha de S. Paulo” esta semana o jornalista Fernando Canzian.

Essa nova dimensão da crise dentro do turismo, com seu possível agravamento para as empresas do setor, deverá ser analisada com mais profundidade após o Carnaval. É quando as operadoras começam a colocar nas prateleiras das agências de viagens os novos pacotes de viagens para as férias de julho.

Pela projeção dos problemas atuais na economia, os ventos sopram contra o mercado, que deverá se proteger com promoções.


Investidores têm até 15 de Maio para apresentar propostas para compra da TAP
Os investidores têm até 15 de maio para apresentar uma proposta de compra pelo grupo TAP, informa a imprensa portuguesa. A intenção do Governo de Portugal é concluir a venda do grupo TAP até ao final do primeiro semestre, depois de a privatização ter sido relançada em meados de novembro. É uma segunda tentativa após a rejeição, por parte do Governo, da oferta feita em 2012 pelo dono da Avianaca, Gérman Efromovich.

O modelo escolhido pelo governo de Portugal passa pela alienação, numa primeira fase, de 66% do capital do grupo (61% junto de investidores e 5% junto dos trabalhadores). Mas, segundo os jornais portugueses, o objetivo, a médio prazo, é que o Estado saia totalmente do grupo TAP, com a venda dos restantes 34% no período de dois anos. Essa estratégia incluin ainda a operação todas as empresas subsidiárias da TAP, incluindo a unidade de manutenção no Brasil, adquirida em 2005, explica o diário português.

Segundo ainda os jornais, cinco investidores manifestaram interesse na aquisição do grupo TAP. São eles um consórcio liderado pelo empresário português Miguel Pais do Amaral, Gérman Efromovich, as companhias brasileiras Gol e Azul e o grupo espanhol Globalia.


TURISMO CORPORATIVO
A feira de eventos corporativos, incentivos, shows e gastronomia do Brasil acontece nos dias 26 e 27 de março, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo, das 14 às 19h. Lá estarão representantes de toda a cadeia produtiva do mercado de eventos, de um lado os organizadores e do outro, fornecedores de produtos e serviços para o segmento.


TRIPADVISOR
A capital pernambucana foi a cidade mais barata para o turista neste carnaval, em comparação com Salvador e Rio de janeiro. A pesquisa foi feita pelo site TripAdvisor, com base nos gastos médios com hospedagem em hotel quatro estrelas, alimentação, caipirinha e opções de festa. No Recife, o custo total diário ficou em R$ 278 por dia. Em Salvador, a conta saiu por R$ 288 e no Rio, R$ 471. Juntas as três cidades ofereceram cerca de 4 mil opções de hospedagem registradas no TripAdvisor.


SURFE E IMAGEM TURÍSTICA
No fim do ano passado, o sufe entrou para a história com a vitória do primeiro brasileiro no campeonato mundial de surfe de 2014, Gabriel Medina. A conquista inédita projetou a imagem brasileira no exterior e reforçou o Brasil como um dos países mais procurados para a prática dessa modalidade esportiva. De norte a sul do país, é possível encontrar as melhores praias para se aventurar nessa empreitada. Durante todo o ano no Brasil são realizadas, em média, 20 grandes competições e eventos profissionais de surfe que reúnem turistas do país inteiro em busca de esporte, lazer, cultura e entretenimento, segundo a associação nacional que representa o esporte.
TAGS