PUBLICIDADE
Notícias

Copa do Mundo no Brasil não melhorou a imagem do país no exterior, aponta pesquisa

13:02 | 19/11/2014
NULL
NULL
O governo apostou no sucesso da Copa para elevar a imagem e o conceito do país no âmbito internacional. Mas não foi o que ocorreu na prática. O Brasil perdeu posição no índice britânico Anholt-GfK de Marcas das Nações, divulgado este mês. Ficou em 21º lugar em 2014, entre 50 nações avaliadas pela força mundial, caindo uma posição em relação ao ano passado.

A pesquisa foi feita em países desenvolvidos e em desenvolvimento que desempenham importante e diverso papel nas relações internacionais, nos negócios, no turismo e nas atividades culturais. Eles foram selecionados na Europa, América do Norte, Ásia, América Latina, África e no Oriente Médio, de forma a garantir um balanço regional e de nível de renda. Para os diretores da pesquisa, "a reputação das nações pode variar de uma região para a outra.
No caso do Brasil, o melhor desempenho é encontrado na América Latina. Entre os argentinos, o Brasil fica em 15º das 50 nações listadas no ranking. Entre os mexicanos, em 17º. Mas também fora da América Latina, o Brasil tem fortes mercados: na Turquia, por exemplo, fica em 15º lugar”, ressaltou o diretor do Índice.

Para os diretores da pesquisa, "a reputação das nações pode variar de uma região para a outra. No caso do Brasil, o melhor desempenho é encontrado na América Latina. Entre os argentinos, o Brasil fica em 15º das 50 nações listadas no ranking. Entre os mexicanos, em 17º. Mas também fora da América Latina, o Brasil tem fortes mercados: na Turquia, por exemplo, fica em 15º lugar”, ressaltou o diretor do Índice.

HOTELEIROS DA BAHIA CRIAM ENTIDADE PARALELA AO SALVADOR CONVENTION BUREAU
Criados pelos hoteleiros e até hoje sob o controle dos empresários do setor em todos os estados brasileiros, os Conventions Bureaus começam a dar sinais de fadiga. O primeiro fato concreto se consolidou esta semana na Bahia, onde uma dissidência entre hoteleiros e o Salvador Convention & Visitors Bureau serviu de estopim para a criação do Destination Salvador. A nova entidade é formada por representantes de 21 hotéis e duas empresas de eventos, que se uniram para fortalecer o segmento do turismo de eventos e convenções na capital baiana.

A Salvador Destination foi apresentado à imprensa na segunda-feira (17), durante entrevista coletiva com seus principais dirigentes. A entidade é presidida por Paulo Gaudenzi, ex-secretário do Turismo da Bahia e hoje da GJP Hotéis, rede hoteleira pertencente ao empresário Guilherme Paulus.

A nova associação surge com o objetivo de divulgar a capital baiana nacional e internacionalmente para atrair eventos que fomentem o fluxo de turistas e negócios. Um dos desafios é fazer com que Salvador volte a ocupar a terceira posição no ranking brasileiro do turismo de eventos internacionais, posição perdida ao longo dos últimos anos, bem como alavancar os índices de ocupação hoteleira, que andam em queda, apresentando média mensal inferior a 60%.

GOL AMPLIA OFERTA DE VOOS DO RIO PARA O NORDESTE
A GOL Linhas Aéreas inicia novas operações partindo do aeroporto RIOGaleão, no Rio de Janeiro, para cidades do Nordeste, como Natal (RN), Campina Grande (PB), João Pessoa (PB) e Salvador (BA).

Os voos são realizados com aeronaves modelo Boeing 737-800 com configuração GOL%2b, que oferece mais espaço entre as poltronas, o que proporciona uma nova experiência de viagem.

Para Campina Grande, foi incluída uma operação inédita e sem escalas com frequências diárias, saindo do RIOGaleão. O destino final do trecho é João Pessoa, que passou a contar com mais opção para o Rio de Janeiro.

Natal conta com mais um voo diário, partindo às 6h da capital fluminense e pouso previsto para às 8h15. Com 14 saídas para Salvador, na Bahia, a companhia inclui mais uma alternativa no período noturno, com saída às 23h30 da cidade carioca e pouso à 00h40. A volta é às 2h e chegada ao Rio de Janeiro às 5h15.

As novas rotas permitem conexões para Europa ao cliente potiguar, através da parceria entre a GOL, Air France-KLM e Alitalia e já estão à venda no site da empresa.

TAP TENTA ACORDO PARA EVITAR NOVA GREVE
A TAP e o sindicato dos tripulantes estão tentando chegar a um acordo para travar os dois dias de greve agendados para 30 de novembro e 2 de dezembro. Os trabalhadores aguardam por uma proposta da administração da companhia para convocarem uma assembleia geral. No primeiro período da paralisação, no mês passado, onde a TAP tinha 55 mil reservas efetuadas, a companhia sofreu fortes impactos, tendo cancelado cerca de 300 voos.

VIAJA MAIS MELHOR IDADE
O ministro do Turismo, Vinicius Lages, e o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Enrico Fermi, assinaram acordo de cooperação para que os meios de hospedagem associados à instituição passem a integrar o programa Viaja Mais Melhor Idade, que oferece descontos e vantagem em pacotes de viagem para aposentados e pensionistas e idosos a partir de 60 anos.

A ideia é que a parceria mobilize os representantes da ABIH de todos os estados para aumentar o número de ofertas do programa. “Estamos em busca de entidades que possam fortalecer nossas estratégias de posicionamento no mercado e oferecer oportunidades para que mais pessoas viajem pelo país”, disse o ministro.

TAM TERÁ VOO DIRETO RECIFE-BUENOS AIRES EM JANEIRO DE 2015
A TAM deve anunciar em janeiro um voo semanal entre Recife e Buenos Aires, na Argentina. O acordo para viabilizar a operação foi assinado na terça-feira (18), pela presidente da companhia aérea, Cláudia Sender, e pelo governador de Pernambuco, João Lyra Neto.

A ligação aérea do Nordeste com Buenos Aires começou a ser operada com a Gol, que iniciou em outubro uma ligação direta e semanal entre Fortaleza, a capital do Ceará, e Buenos Aires.

Já a companhia Aerolíneas Argentinas confirmou para 3 de janeiro o início da operação de um voo direto para ligar, diariamente, a capital argentina, Buenos Aires, a Salvador. A Aerolíneas vai operar o voo durante todo o ano de 2015.

LISBOA VAI TAXAR O TURISTA EM € 1 POR NOITE A PARTIR DE 2015

Portugal vai cobrar a partir de 2015 € 1 de cada turista que chegar ao aeroporto ou ao porto de Lisboa. A partir de 2016, para cada noite que o turista passar na cidade, mais € 1 deverá ser pago a partir de 2016. O anúncio foi feito pelo prefeito da capital, Antônio Costa. A taxa de pernoite só se aplicará às primeiras sete noites de estadia na capital portuguesa.

Estes dois novos impostos devem gerar uma receita para os cofres da cidade de aproximadamente € 16 milhões ao ano.

Dados oficiais indicam que entre janeiro e maio deste ano, quase 1 milhão os turistas visitaram Lisboa.
TAGS