É mentira a informação que o suspeito da facada em Bolsonaro seja filiado ao PDT e PTNotícias de Fortaleza 

PUBLICIDADE
Notícias


É mentira a informação que o suspeito da facada em Bolsonaro seja filiado ao PDT e PT

A Folha de S. Paulo divulgou informação que dá conta que Adelio foi filiado ao Psol de 2007 a 2014

19:11 | 06/09/2018
É mentira a informação de que o principal suspeito de ter dado facada no candidato Jair Bolsonaro (PSL) seja filiado ao Partido Democrático Trabalhista (PDT) e Partido dos Trabalhadores (PT).
 
A Agência Lupa, da Revista Piauí, apurou que homem chamado José Adélio Bispo de Oliveira realmente pertence ao quadro de filiados do partido brizolista em Minas Gerais. O criminoso, entretanto, chama-se Adélio Bispo de Oliveira, sem o "José" no nome.
[SAIBAMAIS]
Já segundo o portal Aos Fatos, o nome "Adélio Bispo de Oliveira" não foi encontrado na relação de filiados ligado ao Partido dos Trabalhadores (PT) em Minas Gerais, em lista que consta no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
 
A Folha de S. Paulo divulgou informação que dá conta que Adelio foi filiado ao Psol de 2007 a 2014.
 
Bolsonaro foi atacado quando fazia ato de campanha em Juiz de Fora (MG), na tarde desta quinta-feira, 6. Ele estava sobre os ombros de um companheiro no momento da agressão. 
 
Confira vídeo:
 
[VIDEO1] 
 
 
Redação O POVO Online 
TAGS