PUBLICIDADE
Notícias

PF realiza operação contra grupo que praticava empréstimos fraudulentos na Caixa

10:19 | 15/09/2017
Atualizada às 11 horas
 
É deflagrada nesta sexta-feira, 15, em Sobral, a 250 km de Fortaleza, a Operação Marco Zero. A ação da Superintendência Regional da Polícia Federal no Estado parte dos seis mandados de busca e apreensão expedidos pela 18ª Vara da Justiça Federal no município. A PF busca integrantes de uma organização criminosa que pratica empréstimos fraudulentos contra a Caixa Econômica Federal

De acordo com a PF, o grupo é formado por servidores da Caixa, além de empresários e contadores. Pessoas físicas que se passariam como sócios de empresas criadas apenas para obter esses empréstimos também fazem parte do grupo criminoso.

A organização atraía pessoas para fazer parte do que seria o quadro de sócios das empresas e depois produzia documentos falsos. O passo seguinte era orientar como seriam os pedidos de empréstimos. Ainda conforme a PF, os servidores públicos envolvidos no crime manipulavam os processos, como ignorar as normas de segurança, além de não verificar a documentação necessária e incluir dados falsos nos sistemas.  

Depois que a concessão dos empréstimos eram aprovados, o dinheiro era sacado em espécie. Outra possibilidade era transferir os valores para terceiros, fossem pessoas físicas ou jurídicas, para viabilizar novos empréstimos de quantias maiores. 
 
A PF afirma que as fraudes resultaram em prejuízo superior a R$ 3 milhões à Caixa Econômica Federal. Os investigados, que não tiveram identidade revelada pela PF, responderão pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica, uso de documento falso, peculato, corrupção ativa e passiva, crime financeiro, lavagem de dinheiro e organização criminosa.   

 
Redação O POVO Online

 

TAGS