PUBLICIDADE
Ceará
Homicídio

Criança de nove anos é atingida por disparo de espingarda e morre em Senador Pompeu

Padrasto da menina confessou o crime ao ser capturado pela Polícia, mas afirma que o disparo foi acidental

20:05 | 05/09/2017
Espingarda usada no crime
Espingarda usada no crime foi jogada pelo suspeito em um matagal (Foto: Divulgação / SSPDS)
Uma criança de nove anos morreu na manhã desta terça-feira, 5, após ser atingida por disparo de espingarda na cabeça. O padrasto da menina Ana Gabrielly Ramos da Silva confessou o crime, mas alegou que o tiro teria sido acidental. O caso aconteceu no município de Senador Pompeu, a 275,1 km de Fortaleza. 
 
De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o autor do crime, Gean Soares da Silva, de 19 anos, foi preso em flagrante aproximadamente duas horas após o crime. Gabrielly foi encontrada em casa, na rua Pantanal, no bairro Alto do Cruzeiro, já sem vida. Denúncias anônimas à Polícia apontavam que o suspeito teria saído da residência correndo em direção a um matagal. Ainda conforme testemunhas, Gean carregava uma espingarda. 

Localizado por policiais militares e capturado em ação integrada da Polícia Civil, o suspeito foi conduzido à Delegacia Regional do município. A Polícia encontrou a arma de fogo usada no crime, que Gean teria jogado durante a fuga, em um matagal do município localizado na Área Integrada de Segurança 20 (AIS 20). 

Mesmo com o crime confessado pelo suspeito, a Polícia continua investigando para apurar a veracidade do que foi informado pelo preso. Exames periciais também devem ser realizados para auxiliar nos levantamentos policiais.
 
Redação O POVO Online