PUBLICIDADE
Notícias

Feira da Cultura Negra marca os 130 anos da abolição em Redenção

Evento promove a economia criativa local valorizando a diversidade racial

20:11 | 18/03/2014
A I Feira da Cultura Livre – Empreendedorismo em Ação, será realizada na próxima sexta-feira, 21, e no sábado, 22, no município de Redenção, a 63km de Fortaleza. O evento, promovido pelo Sebrae e pela Prefeitura, terá como foco a diversidade cultural, especialmente a cultura negra, por meio da educação, patrimônio histórico, artesanato, moda, gastronomia e música. Neste mês é comemorado os 130 anos de abolição no Ceará, que foi a primeira província do então Império do Brasil a libertar os escravos, em Redenção, quatro anos antes da promulgação da Lei Áurea.

A programação da feira irá explorar alternativas de desenvolvimento sustentável do município, com o objetivo de estimular a produção e distribuição de produtos e serviços que usam o conhecimento, a imaginação, o caráter inovador e o capital intelectual como principais recursos produtivos.

O evento irá contar com quatro tendas de 25 m² para abrigar a programação, além de 10 estandes, onde serão expostas iniciativas locais protagonizadas pelo Poder Público. Entre os destaques, a realização de oficinas e desfile de moda afro-brasieira, com peças produzidas durante o evento.

Programação:
Sexta-feira, 21
13h – 17h: Workshop Cultura Viva e Economia Criativa: Uma abordagem da Cultura Negra
16h: Percussão Tambores de Guaramiranga
16h – 18h: Demonstração de penteados Afrohair de Cabo Verde, Guiné Bissau, Angola, São Tomé e Príncipe
17h – 19h: DJ Lunda
17h: Oficina de Gastronomia Heranças Africanas com Prof. Dr. Bruno Okwodwa – Gabão
18h: Oficina de Moda e Design Iconografia com Riko de Pina – Guiné Bissau
18h: Oficina de Gastronomia Cozinha Memória com Leila Delgado – Cabo Verde
18h – 21h: Grafiteiros
19h: Abertura Oficial
Danças de Angola - Omboio e Semba Roda de Capoeira – Brasil e África Dança Angolana - Kuduro
19h: Oficina de Moda e Design Técnicas de Estampa Yuri Silva - Brasil
19:30h: Desfile de Moda com DJ Lunda e Modelos de Cabo Verde, Guiné Bissau, Angola, São Tomé e Príncipe, Moçambique, Timor-Leste e Brasil
20h: Oficina de Penteados Afrohair Catharina Maia – Brasil
20h: Danças do Timor-Leste – Kitaro e Palikatri
20h – 22h: Demonstração de penteados Afrohair de Cabo Verde, Guiné Bissau, Angola, São Tomé e Príncipe
21h: Danças de São Tomé e Príncipe – Puita
22h: Encerramento com Participação Especial do cantor Tony de Marineta – Cabo Verde

Sábado, 22
16h: Tambores de Guaramiranga
16h – 18h: Demonstração de penteados Afrohair de Cabo Verde, Guiné Bissau, Angola, São Tomé e Príncipe
17h: Brasil e África, uma questão de Poesia – Declamações em línguas nativas de Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau e Brasil
17h: Oficina de Gastronomia Heranças Africanas com Prof. Dr. Bruno Okwodwa - Gabão
17h – 19h: DJ Lunda
18h: Oficina de Moda e Design Iconografia com Riko de Pina – Guiné Bissau
18h: Oficina de Gastronomia Cozinha Memória com Leila Delgado – Cabo Verde
19h: Oficina de Moda e Design Técnicas de Estampa com Yuri Silva - Brasil
19:30h: Desfile de Moda com DJ Lunda e Modelos de Cabo Verde, Guiné Bissau, Angola, São Tomé e Príncipe, Moçambique, Timor-Leste e Brasil
20h: Danças de Cabo Verde – Zouk / Funaná e Kola San Jon / Koladera 20h: Oficina de Penteados Afrohair com Catharina Maia - Brasil
20h – 22h: Demonstração de penteados Afrohair de Cabo Verde, Guiné Bissau, Angola, São Tomé e Príncipe
21h: Danças Étnicas de Guiné Bissau – Dança de Tina (Etnia Manjaco); Gumbé e Dança Ngheia (Etnia Balanta)
22h: Encerramento Movimenta – Grupo de Hip-Hop de Guiné Bissau e São Tomé e Príncipe


Redação O POVO Online

TAGS