PUBLICIDADE
Notícias

Ouvidoria de prefeitura é chefiada por travesti pela primeira vez no Estado

A administradora Karyna Dantas já foi empossada, na gestão do prefeito de Quixeramobim neste ano,como a chefe de gabinete. Para ela, preconceito nunca foi entrave

18:30 | 17/11/2017
NULL
NULL

[FOTO1] 

A chefe da Ouvidoria da cidade de Quixeramobim, a 206 quilômetros de Fortaleza, tem 50 anos, é administradora e travesti. Karyna Dantas assumiu o comando do setor de escuta de sugestões e reclamações da prefeitura na última segunda, 13, e diz que o desafio é imenso. Ela já havia sido empossada como chefe de Gabinete, também nesta gestão do prefeito Clébio Pavone (Solidariedede), e agora, foi nomeada para o cargo de chefia. É a primeira vez no Ceará que uma travesti assume um cargo de gestão em prefeituras no Ceará que não tenha o direcionamento LGBTT.


“Desde 1997 que eu trabalho com o prefeito, mas assumir um cargo de gestão foi somente este ano. Para mim, é uma honra assumir uma pasta tão importante”, aponta Karyna, por telefone. No cargo, ela diz que não sente nenhuma forma de preconceito da população. “Estou há muito tempo em formação e assumi a minha homossexualidade desde cedo. Não vejo nenhum tipo de julgamento, não”, garante.

 

Redação O POVO Online 

TAGS