PUBLICIDADE
Notícias

Décimo suspeito de envolvimento na morte de Dandara é capturado em Quixadá

Gigia, como é conhecido, será conduzido a Fortaleza para ser ouvido pelo delegado que investiga o homicídio no qual ele e outros 11 criminosos são suspeitos de envolvimento

20:48 | 26/09/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

Foi capturado no último sábado, 23, na cidade de Quixadá, no Sertão Central do Estado, o décimo suspeito de envolvimento no homicídio da travesti Dandara dos Santos, 42, assassinada no dia 15 de fevereiro deste ano, no bairro Bom Jardim, em Fortaleza. Trata-se de Francisco Gabriel Campos dos Reis, 20 anos, conhecido como “Gigia”, que não possuía antecedentes criminais.

Gabriel foi preso por militares do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), no bairro Campo Velho. No local, os policiais receberam informações sobre tiros efetuados em direção a uma residência e seguiram em investigação à procura do suspeito, que foi capturado logo em seguida. Ele ainda tentou fugir, mas foi rapidamente rendido e, durante a abordagem, confessou ter disparado tiros contra a casa de um desafeto.

O homem ainda indicou a localização da arma de fogo (revólver) usada no delito, que foi apreendida, e foi encaminhado à Delegacia Regional da cidade. Além de ter o mandado de prisão pela morte de Dandara cumprido, ele foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e, este procedimento, também foi convertido em prisão preventiva. “Gigia”, como é conhecido, será conduzido a Fortaleza para ser ouvido pelo delegado que investiga o homicídio no qual ele e outros 11 criminosos são envolvidos.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Gabriel é o responsável por instigar os outros comparsas a cometerem o homicídio.

Suspeitos presos

Com a captura de Gabriel, sobre para dez o número de presos envolvidos no caso. Os trabalhos desenvolvidos pelas Forças de Segurança do Estado já resultaram nas prisões de nove envolvidos. São eles: Jean Victor da Silva Oliveira, 18; Francisco José Moreira de Oliveira Junior , 21, o "Chupa Cabras"; Rafael Alves da Silva Paiva , 18; Júlio César Braga da Costa, 19, todos sem antecedentes criminais; Isaias da Silva Camurça, 25, o "Zazá", que responde pelos crimes de homicídio, crime de trânsito e contra a administração pública; e quatro adolescentes, com idades de 16 e 17 anos.

O procedimento foi concluído e remetido à Justiça e a Polícia Civil considera o caso elucidado. No entanto, outros dois suspeitos seguem foragidos. Caso alguém tenha informações sobre o paradeiro de Francisco Wellington Teles, 49 anos, que teria atraído a vítima para o local, e Jonatha Willyan Sousa da Silva, 20, denúncias podem ser feitas para os seguintes números: 181, disque denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), 190, da Ciops da SSPDS, e o 9.8956-3688, que é o canal de denúncias via whatsapp do 32º Distrito Policial. O sigilo é garantido.

Redação O POVO Online

TAGS