PUBLICIDADE
Ceará
medida liminar

STJ nega habeas corpus a filhos de prefeito afastado de Paracuru

Os irmãos foram presos em uma operação que investigou fraude em licitações, associação criminosa e corrupção

23:45 | 11/01/2018

Ranieri de Azevedo Batista e Joana D'arc Batista Carvalho, presos na operação Cascalho do Mar, realizada em parceria entre Ministério Público Estadual (MPE) e Polícia Civil, tiveram habeas corpus negado nesta quinta-feira, 11, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). A decisão teve relatoria da ministra Maria Thereza de Assis Moura.

De acordo com a certidão publicada, o pedido de habeas corpus foi protocolizado no dia 22 de dezembro de 2017, já o de Joana D'arc, no dia 27 de dezembro.

Conforme noticiado pelo O POVO, os filhos do José Ribamar Barroso Batista (PSDB), conhecido na região como “Ribeiro” - também preso na operação por porte ilegal de arma -, foram presos em um operação que investigou fraudes em licitações, associação criminosa e corrupção de funcionários da Prefeitura e empresários.

Na intenção de repercutir o caso, a reportagem do O POVO Online tentou entrar em contato tanto com o prefeito afastado da cidade, como com o atual prefeito Eliabe do Tito (PR), mas não obteve retorno.

Redação O POVO Online