PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Vídeo: arcebispo de Fortaleza toca violão e canta para religiosas em congregação de Maracanaú

"Pra Deus é nada fazer jangada e faz jangada com qualquer mar. Deus se diverte em escrever direito por linhas tortas", diz a letra da música cantada por Dom José Antônio

23:18 | 27/05/2019
Durante café da manhã, cinco religiosas acompanharam o cântico entoado por Dom José Antônio
Durante café da manhã, cinco religiosas acompanharam o cântico entoado por Dom José Antônio(Foto: Reprodução/Vídeo)

Arcebispo de Fortaleza, Dom José Antônio Aparecido Tosi tocou violão e cantou para religiosas moradoras da congregação Irmãs de Santa Elizabeth, mais conhecidas como Irmãs Elizabethinas, durante visita pastoral no município de Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A cantoria ocorreu durante café da manhã entre os devotos na manhã desse domingo, 26. Após entoarem cânticos, as freiras tentavam lembrar um dos hinos, mas não conseguiram. Foi aí, então, que Dom José Antônio cantarolou a letra.

“Pra Deus é nada fazer jangada / E faz jangada com qualquer mar / Deus se diverte em escrever direito / Por linhas tortas que é difícil compreender / Deus se diverte em dar sempre um jeito / Quando os homens deixam tudo a perder / Deus faz jangada com qualquer palhinha / Com vara verde ou com lenha pra queimar / Faz maravilhas com qualquer gentinha / Que tenha sede e queira se deixar amar”, interpretou o arcebispo enquanto seus dedos passavam como pluma pelo corpo do violão.

Veja vídeo completo:

Além desse instrumento, Dom José Antônio também toca piano e teclado. Na cozinha, o líder religioso faz do preparo de pães uma de suas especialidades, mas arrisca em elaborar sobremesas diversas. Fora dos templos, ele zela por jardins harmoniosos.

Todos os meses ocorrem a visita pastoral a uma das nove regiões episcopais da Arquidiocese de Fortaleza, exceto quando há programação específica no templo ou Dom José Antônio está viajando. Maracanaú pertence a episcopal Sagrada Família, que agrega doze paróquias e uma área pastoral, quando uma comunidade está prestes a tornar-se paróquia. Durante os idos aos lugares, Dom José encontra-se com os agentes de pastoral, visita hospitais, escolas e casa de religiosos da localidade. Além de ter compromisso para prestação de conta com padres da episcopal.

Na RMF, Dom José Antônio estava com Dom Rosalvo Cordeiro de Lima, vice-auxiliar da arquidiocese de Fortaleza. Além de Padre Sávio e padre João Batista.Aires Silva, coordenador Vigário da região.

Italo Cosme/ especial para O POVO