PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Polícia prende grupo suspeito de ataques a bancos e carros-fortes no Ceará

Com os acusados, foram apreendidos dois fuzis calibre 5,56x45mm, além de uma pistola Glock de origem Austríaca, com adaptador de submetralhadora

14:56 | 14/12/2018
NULL
NULL (Foto: )
[FOTO1]
Três pessoas foram presas após operação conjunta da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) e a Polícia Civil do Ceará (PCCE), na madrugada do último sábado, 8. Os indivíduos são suspeitos de envolvimento em crimes de roubo a agências bancárias e carro-fortes no Estado.
 
[SAIBAMAIS] O primeiro capturado foi identificado como William Costa Oliveira, conhecido como "Perna Fina". Ele tinha três mandados de prisão em aberto, sendo um na comarca de Itarema, outro em Eusébio e o terceiro em Aquiraz.
 
Após a primeira prisão, a equipe policial se deslocou ao município de Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), onde prendeu Igor Mendes de Oliveira e Francisco Gleidson de Lima. Os dois estavam com tornozeleira eletrônica.
 
Os suspeitos já respondem por homicídio, roubo, tráfico e associação criminosa. Eles foram presos em flagrante por crime de Organização Criminosa. Além disso, foram enquadrados por posse ilegal de arma de uso restrito e receptação.
 
Segundo o delegado Márcio Chalita, da DRF, "Perna Fina" apresentou documento falso no momento da captura e, por isso, também foi enquadrado por falsidade. 
 
Com os acusados, foram encontrados dois fuzis calibre 5,56x45mm. "Essas armas são extremamente potentes e custam aproximadamente R$ 60 mil no mercado clandestino", conforme Márcio Chalita. Foi apreendida ainda uma pistola Glock de origem Austríaca, com adaptador de submetralhadora.
 
A Polícia realiza levantamento das ocorrências de crimes contra instituições financeiras no Estado, nos últimos 12 meses, para saber em quais destes os suspeitos presos têm participação.
 
Redação O POVO Online com informações da repórter Lia Bruno
TAGS