PUBLICIDADE
Notícias

Trio é capturado suspeito de estupro coletivo; vítima reconhece dois

Um terceiro homem, que estava com a dupla presa, também foi conduzido para o 21º DP, mas a vítima descartou a participação dele

17:35 | 28/06/2017

Atualizada às 21h14min

Dois homens foram presos nesta quarta-feira, 28, no bairro Jereissati I, em Maracanaú, suspeitos de envolvimento no estupro coletivo e espancamento de uma mulher. De acordo com o titular do 21º Distrito Policial (DP), delegado Jaelan Alves, a vítima, que está internada em um hospital, afirmou que dois dos suspeitos presos tiveram participação no crime.

As prisões foram efetuadas por equipes da Força Tática de Apoio (FTA) do 14º Batalhão de Polícia Militar. Um terceiro homem, que estava com a dupla presa, também foi conduzido para o 21º DP, mas a vítima descartou a participação dele.

Foram presos Francisco Reginaldo Dantas (38) e Tarcisio dos Santos Junior (30), ambos sem antecedentes criminais. Conforme o delegado Jaelan Alves, titular da distrital, a dupla já era investigada pelos policiais civis que tiveram o apoio da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Maracanaú.

A vítima, uma dona de casa de 44 anos, reconheceu os dois suspeitos por meio de fotografias. Ela contou ao delegado que a dupla lhe agrediu e abusou sexualmente a mando de uma mulher, que seria proprietária de um bar na região. O motivo, conforme a dona de casa, é que a proprietária do estabelecimento suspeitava que ela teria roubado uma garrafa de cachaça e um celular.

A dupla foi autuada em flagrante por estupro agravado com lesão corporal. A Polícia Civil segue investigando o caso para descobrir se existem outras pessoas envolvidas e a motivação do crime.

O crime ocorreu no bairro Timbó, na sexta-feira, 23. A vítima estava com um grupo de amigos em um bar e, em meio a uma comemoração, pelo menos dois homens a retiraram do local, espancaram e estupraram em via pública.

 

TAGS