PUBLICIDADE
Notícias

Trio é preso por tentativa de fraude de seguro DPVAT em Maracanaú

Trio foi autuado por tentativa de estelionato, com base no artigo 171 do Código Penal. Agora, a Polícia Civil investiga o envolvimento de mais pessoas no esquema

20:29 | 17/06/2016

A Polícia Civil prendeu três pessoas por tentativa de estelionato, na última quinta-feira, 16, em Maracanaú, a 24, 6 km de Fortaleza. Os suspeitos queriam fraudar o recebimento do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT).

A primeira detida foi Claudia da Silva, 30 anos, que portava ficha médica com a indicação de "paciente acidente de trânsito". O documento, levado 29º Distrito Policial, foi comprovado falso. Segundo informações da Polícia, o documento informava que a mulher era vítima de atropelamento.

Questionada, ela contou que não tinha sido atropelada e que, no dia do suposto acidente, em novembro de 2015, estava pilotando uma moto quando se envolveu em um acidente de trânsito. A mulher também confessou que já havia tentado registrar Boletim de Ocorrência para dar entrada no seguro outras vezes.

Além de Claudia, foram presos como Lucas Jodernan Cordeiro Barbosa, 21 anos, acompanhante da mulher na delegacia, e Eleane de Oliveira Ferreira, 22 anos, gerente do estabelecimento que atua nos trâmites do seguro DPVAT que a suspeita havia passado. Lucas, conforme a investigação, era funcionário do escritório e recebeu voz de prisão junto com a cliente.

O trio foi autuado por tentativa de estelionato, com base no artigo 171 do Código Penal. Agora, a Polícia Civil investiga o envolvimento de mais pessoas no esquema.

Seguro
O DPVAT é uma indenização destinada a vítimas de acidente causado por veículo automotor, ou por sua carga. As vítimas precisam ir a uma delegacia para registrar BO a fim de dar entrada no seguro.

No caso dos acidentes em Fortaleza, é necessário registrar BO do tipo somente na Delegacia de Acidentes e Delitos de Trânsitos (DADT). Na Região Metropolitana e no Interior do Estado, o procedimento pode ser feito na delegacia mais próxima do local do acidente.

Redação O POVO Online

TAGS