PUBLICIDADE
Notícias

Polícia fecha laboratório de drogas em Maracanaú

Na operação da Denarc, foram presas seis pessoas, todas acusadas de fazer parte de uma quadrilha de tráfico de drogas, também responsável por homicídios na cidade

20:40 | 31/07/2014
Seis pessoas foram presas por tráfico e associação para o tráfico de drogas em Maracanaú, 24,6 km de Fortaleza, na última quarta-feira, 30. A quadrilha, segundo a Delegacia de Narcóticos (Denarc), era chefiada por um homem conhecido como "Dudeca", um dos presos. No local da captura, foram apreendidos mais de dez kg de cocaína, além de crack e quatro motocicletas.

Os acusados foram encontrados em dois endereços diferentes: um duplex no bairro Jereissati e uma residência no Jereissati III. No duplex, foram detidos os irmãos Edgly Dutra Barbosa, 31 anos, o “Dudeca”, que responde por homicídio e roubo; Edgleisson Dutra Barbosa, 27 anos , o “Titica”, que responde por uso de drogas; Edvando Dutra Barbosa, 24 anos, o “Vandir”, que responde por tráfico; Hozana Rodrigues da Paz, 24 anos. A mãe dos três irmãos confirmou aos policiais que a droga era dos filhos, conforme Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

[SAIBAMAIS 2] No Jereissati, onde funcionava um laboratório de drogas, também foram encontradas as motocicletas, munições de calibre 357 e de fuzil 311, além de 280 gramas de crack. Na segunda ação, foram capturados Francisco Harley Freitas Moura, 24 anos, e Francisco Mateus Moraes de Alencar , 21 anos , que foi abordado quando saía do imóvel com uma sacola de pó branco para mistura. Dentro da casa foram apreendidas três balanças de precisão e 11 celulares, além de um relógio e a quantia de R$ 700.

Todos os seis, de acordo com a Polícia, também são acusados de homicídios na região e foram encaminhados à Denarc. Os cinco homens foram autuados em flagrante por tráfico e associação para o tráfico. Hozana Rodrigues foi atuada por associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Redação O POVO Online

TAGS